Gabigol recebe um prêmio na Itália em 2017.

Na mira do Fla para composição do elenco nesta temporada, Gabigol recebeu um prêmio que nenhum jogador que atua na Itália queria ter: o “Bildone d’Oro”, ou, em tradução livre, lixeira de ouro.
Campeão olímpico com o Brasil nos Jogos do Rio, em 2016, Gabriel recebeu 53,6% dos votos, quebrando o recorde da prêmio criado pelo Catersport, programa de rádio que era apresentado na RAI. Gabigol superou na votação, por grande diferença, o paraguaio Iturbe (ex-Roma e Torino), segundo colocado, com 11,9% dos votos.
Na temporada passada, Gabigol disputou apenas dez jogos oficiais pela Internazionale e marcou um gol (na vitória por 1 a 0 sobre o Bologna, pelo Campeonato Italiano). O desempenho abaixo do esperado fez com que ficasse fora dos planos da equipe para esta temporada e acabou emprestado ao Benfica. Pelo time português, disputou quatro jogos, marcou somente um gol.
Dois outros jogadores brasileiros ganharam o prêmio, criado em 2003. Na edição inaugural, Rivaldo foi o eleito, após um desempenho abaixo do esperado no Milan. E Adriano ganhou três vezes, em 2006, 2007 e 2010.

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget