Trauco pode ser caminho ou arma do Flamengo no Maracanã.

A cada lance do Independiente pelo lado esquerdo da defesa do Flamengo, na final da Copa Sul-Americana, o desempenho de Miguel Trauco é motivo de aflição. Arma do clube em duelos pela Libertadores, quando marcou dois gols, sobre San Lorenzo e Universidad Católica, no Maracanã, o peruano se tornou o caminho das pedras do time argentino em Buenos Aires, mas pode ser arma rubro-negra no jogo de volta.


O desempenho ofensivo foi o grande cartão de visitas de Trauco no Flamengo. Apesar de tímido, demonstrou agressividade no ataque. Primeiro como garçom, com passes para Guerrero, depois bons cruzamentos, e por último chutes de longe.
Na época da chegada de Rueda, o lateral caiu de rendimento, diante da maratona entre clube e seleção peruana, e foi banco. Mas voltou com tudo na reta final. No jogo com o Júnior Barranquilla, no Maracanã, bateu escanteio na cabeça de Juan e cruzou a bola que Vizeu aproveitou. Na quarta-feira, de novo alçou na medida para Réver marcar de cabeça.
Mas há opções. A primeira é Renê, que marca melhor. A segunda é o improviso de Pará e a escalação de Rodinei do lado direito. Em último caso, Everton poderia deixar o ataque e reforçar a lateral a plenos pulmões.
Como perdera o jogo de ida, na Argentina, por 2 a 1, o rubro-negro precisa ganhar por dois gols de diferença para ficar com o título. Vitória por um gol leva a partida para a prorrogação.
Fonte: O Globo
Marcadores:

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget