Kleber Leite: “Vamos ajudar?”.

Sempre acreditei em energia positiva. Isto é, mais ou menos, como se todos remassem, mesmo que calados, na mesma direção, um dando força ao outro. Neste momento, em que estamos a dois jogos de um título continental, para rimar, me parece fundamental…
Tenho lido os companheiros com os seus comentários no blog e, com o respeito de sempre ao que cada companheiro pensa, sugiro que deixemos a avaliação do balanço final deste ano para a partir da madrugada do dia 14 próximo, quando então teremos chegado ao fim da temporada.
Hoje mesmo, o papo entre rubro-negros invariavelmente tomava este curso, quando, a meu ver, deveríamos estar discutindo as duas partidas decisivas, e tudo que gira em torno delas. E, motivos para um bom papo não faltam, começando pela surpresa altamente positiva que ocorreu no nosso calcanhar de Aquiles neste ano de 2017.
Quem diria que um quarto goleiro, que estava sem jogar há praticamente dois anos, entraria em ação para ser a salvação da lavoura? Este é um bom papo e, com absoluta certeza cada comentário ou observação irá enriquecendo o outro. Pessoalmente, atribuo o sucesso de nosso César a quatro fatores somados, quais sejam: personalidade, talento, confiança e sorte. E, que termine o ano assim…
Outro bom papo diz respeito às notas dadas pelos nossos jornais. Hoje, no Globo, Éverton Ribeiro recebeu nota 4.0, enquanto que no Lance, a nota foi 7.0. Será que os analistas viram dois jogos diferentes? O comentário do Lance foi exatamente o que coloquei ontem no blog: “As principais jogadas ofensivas do Flamengo saíram dos pés dele, principalmente no primeiro tempo.” Aliás, o que faltou ao Éverton Ribeiro, como a quase todo time do Flamengo, no segundo tempo, foi … gás!
Mudando de assunto, e aí já há uma unanimidade, diz respeito ao parcimonioso e irritante aproveitamento de Vinícius Júnior, que ontem foi decisivo. O jogo desta quarta-feira, que esperamos que seja mágico, foi feito para o garoto, pois jogando em casa, com o apoio de sua torcida, o Independiente não tem outra alternativa qual não seja atacar e, para isso, inevitavelmente vai deixar espaços, facilitando o contra-ataque.
E, para contra-atacar com sucesso, há de se ter obrigatoriamente, ao menos, um jogador de velocidade. Repito que este jogo cai como uma luva para Vinícius Júnior. Não bastasse o aspecto tático, há o fator confiança que ele já estava começando a perder. A boa e decisiva atuação contra o Vitória trouxe a auto estima de volta. Vinícius Jr neles!!!
No mais, é confiar e concentrar todas as energias na decisão, ou melhor, nas decisões, já que são dois jogos. Vamos juntos acreditar? Há tempo para tudo, inclusive para o balanço, se positivo ou negativo, do ano. A hora é de corrente positiva. Vamos ajudar?
Reprodução: Blog do Kleber Leite
Marcadores:

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget