Sub-17 volta a massacrar o Botafogo e é bicampeão estadual na Gávea.

Comemora, Nação! Após chamar a atenção de todo o país na temporada passada com a equipe que ficou conhecida como “Geração 2000” e que conquistou o título invicto do Campeonato Estadual Sub-17 derrotando o Vasco por 10×1 no placar agregado das finais e tendo como principais expoentes Vinícius Junior, Lincoln e Wesley, o futebol de base do Flamengo voltou a mostrar que o trabalho de excelência segue sendo realizado com maestria, e os resultados sendo colhidos dentro de campo.
Em partida disputada na manhã deste domingo (26), os Garotos do Ninho voltaram a derrotar o Botafogo, dessa vez pelo placar de 2×0 (Vitor Gabriel e Marx Lenin), e conquistaram merecidamente o bicampeonato estadual da categoria. Méritos para a diretoria e toda a comissão técnica, capitaneada pelo treinador Marcio Torres, que fecham uma temporada com saldo muito positivo, tendo chegado às finais da Generation Adidas Cup e da Taça BH, à semifinal da Copa do Brasil e fechando os trabalhos com o bicampeonato estadual da categoria.


“O mérito é todo dos atletas. É um grupo de trabalho sensacional, muito dedicado e com muito talento. Meu papel é apenas saber conduzí-los da melhor forma possível. Tivemos um ano positivo, chegando às finais em todas as competições que disputamos, tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos. Faltava um pequeno detalhe para o título vir, e eu falei para eles durante a semana que dessa vez ele não podia e não iria escapar das nossas mãos. Graças a Deus deu tudo certo, e pudemos coroar essa temporada com o quarto bicampeonato estadual da categoria na história do clube”, disse o treinador Marcio Torres.
O jogo
Os Garotos do Ninho entraram em campo para decidir, e abriram o placar na primeira finalização a gol. Aos 9 minutos Yuri, Marx e Wendel fizeram excelente triangulação e abriram espaço para Braian, que recebeu na ponta direita e cruzou para Vitor Gabriel. Ele cabeceou de costas para fazer seu 15º gol na competição, se igualando a Yuri na artilharia do campeonato e tirando o zero do placar na Gávea. O Mais Querido continuava muito melhor em campo, e dessa vez conseguia traduzir a superioridade em gols. Aos 16 minutos Yuri tocou para Braian, que rolou a bola com muita consciência para Marx chegar batendo de primeira, sem a menor chance de defesa para o goleiro André. Era o segundo gol rubro-negro na final.
O Botafogo só conseguiu assustar aos 24 minutos. Barbosa bateu forte, mas Victor Hugo, bem posicionado, fez a defesa com muita segurança. Aos 26, após bate rebate a bola sobrou para Marlon dentro da área. Victor Hugo, mais uma vez, saiu no tempo certo e fez grande defesa, mantendo a boa vantagem do Mais Querido no placar. Na sequência, a arbitragem assinalou falta para o Botafogo na entrada da área. Marlon cobrou na gaveta, e Victor Hugo voou para fazer um milagre, tocando numa bola que entraria no ângulo esquerdo. A bola ainda bateu no travessão antes de ser afastada pela zaga.
No primeiro minuto do segundo tempo, o Botafogo cobrou falta próxima à área rubro-negra. Victor Hugo fez mais uma grande defesa e a bola ia entrando, quando Braian se antecipou ao atacante e tirou o perigo em cima da linha. Os Garotos do Ninho voltaram a chegar com perigo aos 9 minutos. Yuri tocou para Vitor Gabriel, que bateu de esquerda sobre o gol de André. Aos 12, Victor Hugo apareceu novamente com duas intervenções importantes: primeiro em chute de fora da área de Basseto, e depois no rebote, segurando firme a bola quando ela ia escapando e indo na direção do gol.
A torcida rubro-negra, que compareceu em bom número à arquibancada da Gávea, já comemorava o bicampeonato quando aos 43 minutos Henrique soltou uma bomba na trave, quase fazendo o terceiro e fechando o caixão botafoguense. Aos 45, Wendel chutou da entrada da área e André fez grande defesa, espalmando para escanteio. Depois, foi só comemorar mais um bicampeonato estadual da categoria na história.
“Trabalhamos forte a semana inteira para conquistarmos títulos. Papai do Céu abençoou a todos com essa conquista, e só tenho a agradecer. Fazer o gol do título vestindo esse Manto Sagrado é sempre diferente e especial, ainda mais dentro da nossa casa. O grupo todo merece, e agora vamos comemorar muito essa conquista”, disse Marx Lenin.
Flamengo: Victor Hugo, Braian, Natan, Patrick, Ramon, Henrique, Marx (Vitor Ricardo), Matheus Alves, Yuri (Yuri de Oliveira), Wendel e Vitor Gabriel (Pablo). Treinador: Marcio Torres.
Fonte: Site Oficial

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget