Rafael Reis: “7 brasileiros que estão no banco na Europa para seu time repatriar em 2018 “

Seu clube quer contratar um reforço de peso, daqueles conhecidos por todos os torcedores, passagem por grandes clubes do mundo e talvez até alguma história na seleção brasileira, para o próximo ano? Então, é bom ele dar uma olhada na Europa.

É no Velho Continente que estão vários jogadores que atendem todas essas características e que, mesmo assim, estão em um momento de baixa na carreira. Hora ideal para aceitar um convite para retornar para casa em janeiro de 2018.
Listamos abaixo sete brasileiros que estão no banco de reserva dos seus clubes na Europa, não têm muita perspectiva de mudança nessa situação e poderiam topar uma mudança para o futebol brasileiro na próxima janela de transferências.
GABIGOLAtacante
21 anos
Benfica (POR)
Um ano e meio depois de chegar à Europa, o ex-atacante do Santos já deve ter percebido que conquistar um espaço no futebol do Velho Continente não é das tarefas mais fáceis. Depois de jogar apenas dez vezes pela Inter de Milão na temporada passada, Gabigol foi emprestado ao Benfica para ganhar experiência. Só que, até o momento, o brasileiro acumula míseros 148 minutos de futebol pelo clube de Lisboa e tem ficado fora até do banco de reservas nas últimas partidas. A imprensa portuguesa já especula sobre uma possível volta do atacante ao Santos em janeiro.
LUCASMeia-atacante
25 anos
Paris Saint-Germain (FRA)
Antes uma peça importante do PSG e sempre cotado para ser convocado para a seleção brasileira, o ex-jogador do São Paulo desapareceu da equipe francesa depois das contratações de Neymar e Kylian Mbappé. Lucas não joga uma partida como titular desde 20 de maio, só atuou durante 71 minutos nesta temporada e faz parte da lista de jogadores que o técnico Unai Emery não faz questão de manter no elenco. Recentemente, o Cruzeiro sondou Lucas sobre a chance de contratá-lo para a o próximo ano.
JÚLIO CÉSARGoleiro
38 anos
Benfica (POR)
O titular do gol brasileiro nas duas últimas Copas do Mundo achou que retomaria a posição no Benfica depois da venda de Ederson para o Manchester City. Isso até aconteceu, mas só durou quatro partidas. Júlio César acabou perdendo espaço para o jovem belga Mile Svilar, de 18 anos, que mesmo tendo falhado feio em sua estreia na Champions, contra o Manchester United, continua como dono da camisa 1. Talvez seja a hora de Júlio César voltar ao Brasil para um último contrato antes da aposentadoria.
GANSOMeia
28 anos
Sevilla (ESP)
A ida do técnico Jorge Sampaoli para a seleção argentina e a chegada de Eduardo Berizzo ao cargo não alteraram a situação de Ganso no Sevilla. O camisa 19 continua alternando alguns poucos jogos como titular (e às vezes com atuações bastante razoáveis) com longas sequências de esquecimento na equipe. O brasileiro só participou de uma das dez últimas partidas do time espanhol, justamente a menos importante delas, a vitória por 3 a 0 sobre o Cartagena, pela Copa do Rei. Na ocasião, Ganso deu dois passes para gol.
RAFAEL CABRALGoleiro
27 anos
Napoli (ITA)
Ex-futuro camisa 1 da seleção brasileira nos tempos em que era companheiro de Neymar e Ganso no Santos, Rafael Cabral está esquecido há anos no Napoli e hoje é apenas a terceira opção do clube para a posição. Sem disputar uma partida oficial desde abril, o goleiro poderia recuperar no Brasil esse longo tempo perdido na carreira. Em 2016, o São Paulo chegou a cogitar repatriá-lo. Quem sabe agora vai…
DOUGLASLateral direito
27 anos
Benfica (POR)
Contratado pelo Barcelona em 2014 e tratado como piada na Catalunha desde então, Douglas já foi emprestado ao Sporting Gijón e agora está cedido ao Benfica. Só que o futebol português não lhe trouxe a titularidade que ele esperava. O ex-lateral do São Paulo até começou jogando as duas partidas contra o Manchester United, pela Liga dos Campeões, mas já voltou a ser reserva na última rodada do Campeonato Português.
LEANDRO CASTÁNZagueiro
31 anos
Roma (ITA)
Campeão da Libertadores de 2012, chegou a ter bons momentos na Roma antes de precisar passar por uma cirurgia para retirada de um tumor na cabeça no fim de 2014 e ficar quase um ano afastado dos gramados. Hoje totalmente recuperado e depois de empréstimos para Torino e Sampdoria, Castán é apenas o terceiro reserva do clube italiano para o miolo de zaga e ainda não estreou na atual temporada. O brasileiro tem contrato até 2019, mas não deve ter dificuldade para rescindir com a Roma caso apresente uma proposta de saída. No meio do ano, o Corinthians chegou a consultá-lo sobre essa possibilidade, mas as negociações não avançaram.
Fonte: Rafael Reis/Uol

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget