Globo: “Rotina: relembre momentos em que Alex Muralha prejudicou o Flamengo”

Não bastasse a tensão natural de uma semifinal de Copa Sul-Americana, o Flamengo começa a semana com uma preocupação extra: a ausência de uma opção confiável para defender a meta diante do Atlético Junior, de Barranquila, na quinta-feira. Com a lesão de Diego Alves, que não joga mais este ano, Alex Muralha seria o substituto natural. Mas o camisa 38 pode perder a vaga para o inexperiente César depois de uma atuação catastrófica na derrota por 2 a 1 para o Santos, neste domingo, pelo Brasileiro.


Longe de ser novidade, o desempenho decepcionante do goleiro — que tentou sair driblando e foi desarmado e, depois, aceitou um chute dos mais simples — foi apenas mais um em uma galeria que se mostra cada vez mais extensa. Relembre outros cinco momentos em que Alex Muralha atrapalhou o Flamengo:
Flamengo 3 x 3 Fluminense [2-4 nos pênaltis] (05/03 – Taça Guanabara):
Foi na final do primeiro turno do Estadual que Muralha assustou os rubro-negros pela primeira vez com sua inabilidade para defender pênaltis. O camisa 38, vazado em três oportunidades durante o tempo normal, esteve longe de impedir os cobradores tricolores de balançar as redes.
Sport 2 X 0 Flamengo (07/06 – Campeonato Brasileiro):
Enquanto o goleiro pernambucano fazia uma grande exibição, o do rubro-negro carioca falhava clamorosamente. Ao errar a saída de bola, Muralha deixou a pelota nos pés de Osvaldo, que chutou de fora para abrir o placar. O camisa 38 ainda seria vazado mais uma vez, em lance em que a bola desviou em Réver.
Longe de ser novidade, o desempenho decepcionante do goleiro — que tentou sair driblando e foi desarmado e, depois, aceitou um chute dos mais simples — foi apenas mais um em uma galeria que se mostra cada vez mais extensa. Relembre outros cinco momentos em que Alex Muralha atrapalhou o Flamengo:
Flamengo 1 x 1 Paraná [4-5 nos pênaltis] (30/08 – Primeira Liga):
O rubro-negro tinha a vantagem no marcador e esperava se classificar tranquilamente na Primeira Liga. Mas Alex Muralha abriu mão da barreira e, assim, abriu o caminho para o Paraná, ao aceitar um chute de muito longe de Renatinho. Com o empate no placar, passou longe de defender qualquer cobrança.
Cruzeiro 0 x 0 Flamengo (27/09 – Copa do Brasil):
Apesar de eventuais sustos, Muralha passava sem grandes problemas pela decisão mais importante do ano até então. Mas com novo empate no placar (1 a 1 na ida), apareceu o velho pesadelo: as disputas de pênalti. O goleiro pulou todas as vezes para o lado direito e, além de não ter defendido cobrança nenhuma, virou piada nas redes sociais.
Flamengo 2 x 1 Atletico Junior (23/11 – Sul-Americana):
Na partida de ida, Muralha deu uma prova do que os torcedores podem esperar no jogo de volta contra o Junior de Barranquilla. Depois de Diego Alves se lesionar, o contestado reserva entrou em campo. E precisou de apenas 54 segundos para ser vazado. Reforçou o apelido de “chama gol”.
Fonte: O Globo
Marcadores:

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget