Especialista acha difícil defesa de Guerrero provar tese sobre doping do atacante

A defesa de Guerrero voltou na última segunda-feira otimista do Peru após reuniões na Federação de Futebol local. Eles confiam que substância encontrada na urina de atacante é proveniente da folha de coca, utilizada para fazer chá. Mas para um especialista em medicina no esporte, é difícil provar isso.

O ex-conselheiro da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD), Luís Horta disse que a tese é viável, mas que não simples de ser provada.

– O atleta e sua defesa têm a possibilidade de dizer ou provar que não houve culpa ou negligência, o que é muito difícil neste caso, praticamente impossível. Nesse caso o atleta poderia ser completamente inocentado. Ou então, tentarem provar que não houve negligência nem culpa significativa, que poderá ter menos de dois anos. Mas isso tudo depende do caso, dos valores das concentrações – analisou Luis Horta, em entrevista ao globoesporte.com
Guerrero afirmou que não tomou o chá de coca. A contraprova do exame será aberta nesta quinta-feira, em Colônia, na Alemanha.

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget