Flamengo tenta repetir mérito da campanha de 2016

Diego chutando para marcar golaço pelo Flamengo contra a Chapecoense - Foto: Gilvan de Souza
EXTRA GLOBO: Há mais semelhanças do que parece entre o time do cheirinho de hepta do ano passado e o atual, que traz a muitos rubro-negros o aroma da decepção. Com rendimentos praticamente idênticos no ataque e na defesa, o Flamengo de hoje encara a Chapecoense às 17h, em Chapecó, em busca do que o time de 2016 sabia fazer: vencer.

Um ano atrás, com as mesmas 27 rodadas do Campeonato Brasileiro, o Flamengo tinha 13 pontos a mais do que o atual. Mas se engana quem pensa que a equipe era mais perigosa no ataque ou mais segura na defesa. Os números indicam que pouco mudou nos setores: o ataque tinha apenas dois gols a mais do que o atual (37 a 35), enquanto a defesa havia sofrido 26 gols, mesmo número de agora. O que só faz aumentar a frustração no elenco, como admite o volante Cuéllar.

— O trabalho é bem feito pelos jogadores, pela diretoria e pelas condições de trabalho que dão para nós. Mas algo está errado — disse o colombiano, sem saber dizer o quê: — Ficamos frustrados. Com a grandeza do Flamengo, temos que querer mais.

O que faz a diferença é a dificuldade do time em vencer. O campeonato não premia quem não se arrisca o suficiente atrás das vitórias. O Flamengo em 2016 tinha cinco empates na 27ª rodada, enquanto agora possui o dobro disso. Com dez igualdades no placar, é o segundo time que mais empatou no Brasileiro — apenas o Fluminense está à sua frente.

— Ainda queremos algo grande. Queremos crescer no campeonato — afirmou Cuéllar.

Sequência boa para tentar a guinada na classificação

Entre o clássico de quinta-feira passada, contra o Fluminense, e o duelo com o Vasco, no próximo dia 28, o Flamengo terá sequência de três jogos diante de rivais em condição ruim na tabela. Se fizer o dever de casa, o time rubro-negro poderá dar o esperado salto na tabela de classificação.

Além da partida contra a Chapecoense, hoje — em que terá os retornos de Guerrero, Cuéllar e Arão ao time titular e Diego no banco —, o Flamengo enfrentará o Bahia e o São Paulo, este fora de casa.

Ambos estão flertando perigosamente com a zona de rebaixamento. Os paulistas estão neste momento dentro do grupo que disputaria a Segunda Divisão ano que vem.

Para se ter uma ideia de como as partidas que estão por vir podem fazer a diferença, o melhor momento vivido pelo Flamengo na competição foi justamente quando enfrentou os mesmos adversários no primeiro turno. Foram três vitórias em três jogos até o clássico contra o Vasco.

Com o triunfo seguinte em São Januário, o Flamengo chegou à segunda colocação no Campeonato Brasileiro, nove pontos atrás do líder Corinthians.

Com dez igualdades no placar, é o segundo time que mais empatou no Brasileiro — apenas o Fluminense está à sua frente.

Marcadores:

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget