Alerj aprova projeto de lei que determina uso do recurso de vídeo

As partidas de futebol no Rio de Janeiro deverão, em breve, ter o recurso do árbitro de vídeo. Nesta terça-feira, a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou o projeto de lei do deputado Samuel Malafaia (DEM), com alterações durante votação em plenário. Pelas mudanças, a proposta ainda terá sua redação final votada.

A determinação valerá para partidas da primeira divisão, a partir de 180 dias após a entrada em vigor da lei, apenas quando o recurso da tecnologia for implementado também pela CBF, que arcaria com os custos. O descumprimento, como proposto pelo deputado, pode gerar punições, que vão desde multas de R$ 50 mil até adiamento da partida.

– O tênis e o voleibol já dispõem de câmeras especiais que tiram dúvidas em casos de lances duvidosos, permitindo com que nenhuma equipe seja prejudicada. Gols e lances, duvidosos ou ilegais, não são novidade no futebol brasileiro, e o uso desse recurso poderá sanar diversas dúvidas sobre falhas da arbitragem – afirmou Malafaia.

A votação do projeto estava prevista para o dia 5 de outubro, mas foi adiada devido prioridade a outras dez emendas na data.
– Primeiro, o deputado tem outras coisas bem mais importantes do que fazer um decreto para exigir árbitro de vídeo no futebol do Rio de Janeiro. É um custo altíssimo, tem que haver uma certa preparação. O deputado tinha que se orientar, se informar antes de tentar passar isso. Acho que a Câmara dos Deputados não vai aprovar isso, vai ter bom senso para não aprovar isso – destacou Arnaldo Cezar Coelho.
Fonte: Coluna do Flamengo
Marcadores:

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget