RMP diz que Rueda precisa observar mais o elenco do Flamengo

Rueda, Éverton Ribeiro e Lucas Paquetá - Foto: Gilvan de Souza / Flamengo
RENATO MAURÍCIO PRADO: O Botafogo tem um jogo importantíssimo, contra o Grêmio, pela Libertadores, no meio da semana, mas não poupou seus titulares. Já o Flamengo, que enfrentará a Chapecoense, pela Sul-Americana, resolveu preservar a maioria de seus titulares. Resultado? Justíssima vitória do Glorioso, por 2 a 0, gols de Roger. E o Mais Querido perdeu uma excelente oportunidade de voltar ao G-4, posição fundamental para garantir uma vaga direta na principal competição do continente, no ano que vem.

Na entrevista coletiva, após a derrota, Reinaldo Rueda explicou que queria dar oportunidade a alguns jogadores que não vêm jogado e, consequentemente, ele não tem visto. Até faria sentido, não fosse um clássico e uma oportunidade de ouro para superar o Palmeiras na classificação. O técnico colombiano, realmente, precisa observar melhor seu elenco. Mas não dava para testá-los, paulatinamente, em partidas menos importantes e sem desfigurar a equipe?

Confesso, já ando desiludido com algumas contratações que, a princípio, pareciam boas. Rômulo e Geuvânio, por exemplo: não acertam nada! É exasperante vê-los em campo. E se são escalados ao lado de Rafael Vaz, Matheus Sávio e o próprio Éverton Ribeiro (outro que está devendo), aí mesmo é que a coisa se complica. Que um ou, no máximo, dois deles entrassem no time, ao lado dos titulares , vá lá. Mas, todos juntos, é dose, como se viu hoje.

É cedo, muito cedo, para avaliar e até mesmo criticar o trabalho do treinador atual campeão da Libertadores. Acredito que ele vai dar certo. Mas me parece, nesse início, no mínimo, mal assessorado dentro do departamento de futebol – o que não seria novidade. Faltou alguém aconselhá-lo a não optar por esse misto frio contra o Botafogo. E periga que a ideia tenha partido exatamente de alguns de seus componentes…

Outra maldição que parecia ter sido sanada, com a saída de Zé Ricardo, voltou com tudo nos últimos jogos. O uso excessivo dos inúteis cruzamentos altos sobre a área. Além de ser uma jogada taticamente medíocre, impressiona como o Flamengo não sabe cruzar, nem cabecear para o gol adversário. Foram mais de 25 bolas alçadas hoje, entre faltas, escanteios e lances da partida. Quantas oportunidades reais de gol foram criadas? NENHUMA! Beira as raias do absurdo que se continue a jogar assim!

Outro grave problema é o da lerdeza letárgica, nos rebotes dentro de sua própria área. Foi assim que o Cruzeiro empatou, no Maracanã, e da mesma forma, Roger aproveitou a bola que bateu na trave para abrir o placar. Nenhum zagueiro do Flamengo sequer se movimentou, numa jogada ou na outra! Inacreditável e inaceitável.

Enfim, graças aos outros resultados, o Fla se manteve na quinta posição (que já obriga a pré-Libertadores), mas está cada vez mais perto dos que estão tentando entrar no G-6. Se continuar jogando assim, pode acabar fora.

E achar que será fácil garantir a vaga, na Copa do Brasil (que ficou bem mais complicada, após o 1 a 1, no primeiro jogo, no Rio) ou na Sul-Americana (que ainda está nas oitavas de final) é dar MUITA chance para o azar.

Ainda mais jogando uma bolinha pra lá de discutível, como aconteceu hoje…

Em tempo: Tiago ou Muralha, na final da Copa do Brasil, no dia 27? Apesar da falha feia, contra o Cruzeiro, eu manteria o jovem. Até porque existe a possibilidade de decisão por pênaltis e, nas divisões de base, Tiago já mostrou que é bom nisso. Já o Muralha…

É cedo, muito cedo, para avaliar e até mesmo criticar o trabalho do treinador atual campeão da Libertadores. Acredito que ele vai dar certo

Marcadores:

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget