Média de público do Flamengo cai 40%, a pior do Brasil

Escudo do Flamengo na Ilha do Urubu - Foto: Gilvan de Souza
ESPN: Considerando os 16 times que disputaram a Série A do Campeonato Brasileiro em 2016 e seguem na elite em 2017, o Flamengo é o clube que, percentualmente, mais perdeu público até agora na competição. Na temporada passada, no Brasileirão, a média de público do Flamengo como mandante foi de 24.542 pessoas. Na atual edição do campeonato, a média é de 14.574 espectadores, registrando uma queda de aproximadamente 40%.

Atuando na Ilha do Urubu durante boa parte do Campeonato Brasileiro, o Flamengo não tem conseguido lotar o estádio, que possui capacidade estimada para 20.215 pessoas. A média flamenguista de pagantes na Ilha é de 11.936 torcedores, com ocupação média do estádio de 59%, segundo dados do GloboEsporte.com.

O maior público no estádio até aqui foi na partida entre Flamengo e Grêmio, na qual os gaúchos levaram a melhor pelo placar de 1 a 0. Na ocasião, 16.960 pessoas pagaram o ingresso, ou seja, 83% da Ilha do Urubu estava ocupada no duelo. Isso, porém, representou apenas o 12º maior público da equipe na temporada. O novo caldeirão flamenguista não tem fervido tanto quanto se imaginava.

No Campeonato Brasileiro, a ocupação média do Flamengo como mandante é de 58%, com o ticket médio custando R$ 57. Aliás, os preços cobrados pela diretoria do clube nos ingressos têm sido criticados por enorme parte da torcida, principalmente por aqueles que não pertencem ao programa de sócio-torcedor.

Conselheiros e grupos dentro do clube também se manifestaram recentemente contrários à política de ingressos adotada pela gestão de Eduardo Bandeira de Mello. É comum ver preços de bilhetes ultrapassando a casa de R$ 280.

Além disso, a comissão técnica do Flamengo tem priorizado em muitos momentos da temporada as disputas pelos títulos da Copa Sul-Americana e da Copa do Brasil. Como o time carioca está bem distante do líder Corinthians na tabela do Campeonato Brasileiro há algumas rodadas, o foco tem sido direcionado em várias oportunidades para as competições de mata-mata.

Nos últimos três compromissos da equipe pelo Brasileirão na Ilha do Urubu, por exemplo, contra Sport, Atlético-PR e Atlético-GO, o público pagante não chegou a 8.500 pessoas em nenhuma das três partidas. No Brasileiro da temporada passada, mesmo jogando em diferentes estádios, por vezes no Kleber Andrade, em Cariacica, o Flamengo apresentou números superiores quanto à presença de público. O fato de ter lutado na reta final pelo título nacional contribuiu também para o maior apoio dos torcedores.

Os números:

Flamengo - Média de público no Brasileiro de 2016: 24.542 / Média de público no Brasileiro de 2017: 14.574 / Diferença: -40%

Vitória - Média de público no Brasileiro de 2016: 13.996 / Média de público no Brasileiro de 2017: 8.955  / Diferença: -36%

Cruzeiro - Média de público no Brasileiro de 2016: 20.591  / Média de público no Brasileiro de 2017: 14.154 / Diferença: -31%

Atlético-MG - Média de público no Brasileiro de 2016:  18.560  / Média de público no Brasileiro de 2017: 14.379 / Diferença: -22%

Ponte Preta - Média de público no Brasileiro de 2016: 5.309  / Média de público no Brasileiro de 2017: 4.529 / Diferença: -14%

Palmeiras - Média de público no Brasileiro de 2016: 32.470 / Média de público no Brasileiro de 2017: 32.034 / Diferença: -1,3%

Atlético-PR - Média de público no Brasileiro de 2016:  15.751 / Média de público no Brasileiro de 2017: 15.630 / Diferença: - 0,7%

Sport - Média de público no Brasileiro de 2016: 11.968 / Média de público no Brasileiro de 2017: 12.397/ Diferença: 3,5%

Grêmio - Média de público no Brasileiro de 2016: 20.450 / Média de público no Brasileiro de 2017: 22.956/ Diferença: 12%

Santos - Média de público no Brasileiro de 2016: 11.255 / Média de público no Brasileiro de 2017: 13.782 / Diferença: 22%

Chapecoense - Média de público no Brasileiro de 2016: 7.611 / Média de público no Brasileiro de 2017: 9.543 / Diferença: 25%

Corinthians - Média de público no Brasileiro de 2016: 28.764 / Média de público no Brasileiro de 2017: 38.697 / Diferença: 34%

Coritiba - Média de público no Brasileiro de 2016: 9.893 / Média de público no Brasileiro de 2017: 13.384 / Diferença: 35%

Botafogo - Média de público no Brasileiro de 2016: 7.258 / Média de público no Brasileiro de 2017: 10.240 / Diferença: 41%

São Paulo - Média de público no Brasileiro de 2016: 22.512 / Média de público no Brasileiro de 2017: 32.411 / Diferença: 43%

Fluminense - Média de público no Brasileiro de 2016: 9.139 / Média de público no Brasileiro de 2017: 14.735 / Diferença: 61%

No Campeonato Brasileiro, a ocupação média do Flamengo como mandante é de 58%, com o ticket médio custando R$ 57.

Marcadores:

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget