Marcelo Henrique lembra como Muralha virou ídolo em Ribeirão Preto

Faixa da torcida para Alex Muralha - Foto: Fernando Machado
GLOBO ESPORTE: Provável goleiro do Flamengo na decisão da Copa do Brasil após Thiago fraturar o punho esquerdo, Alex Muralha não tem justificado o apelido em 2017. Caiu tecnicamente e também mostrou fragilidade na questão psicológica. Mas quem esteve ao seu lado no clube onde virou Muralha confia em uma reviravolta para o amigo.

Muito próximo de Alex, a quem chamava de "Zangief" (personagem do game Street Fighter), Marcelo Henrique foi reserva do flamenguista no Comercial-SP, clube onde Muralha é ídolo. O atleta de 27 anos, atualmente sem clube, lembra como seu grande parceiro ganhou status de herói.

- No Paulistão de 2012, ele pegou um pênalti no Come-Fogo (clássico de Ribeirão Preto, entre Comercial e Botafogo) e dois pênaltis num jogo só com a Ponte Preta no Moisés Lucarelli. A torcida do Comercial o apelidou de Muralha e até bandeira fez para ele - disse Marcelo, que disputou a Série A3 de 2017 pela Matonense.

Companheiro de concentração, de guaraná e pastel na feira e rivais em duelos no videogame, Marcelo confia que Alex Roberto Santana Rafael voltará a ser Muralha. E avisa: para ele, o mau momento nos pênaltis é passageiro.

- Está sendo mesmo um ano muito difícil. Mesmo campeão carioca, mas com as eliminações na Libertadores e na Primeira Liga, estão pegando muito no pé dele. Eu acredito que ele vai dar a volta por cima sim, o julgaram por não pegar pênaltis, mas ele sempre pegou pênaltis aqui no Comercial. Então, com a experiência que ele ganhou por estar no Flamengo, com certeza ele irá se redimir e ser o Muralha que fez ele ir para o Flamengo - apostou.

Confira abaixo papo com Marcelo Henrique, goleiro e grande amigo de Muralha:

Que mensagem mandaria para o Muralha nesse momento de dificuldade?

A mensagem que eu passaria para ele é que eu acredito no potencial dele e que torço muito para ele. Ele está no Flamengo por merecimento, pois é um grande goleiro. Quando foi convocado para a Seleção, fiquei superfeliz, até mais feliz que ele. É uma grande pessoa e um grande amigo que debaixo das traves é um fenômeno. Espero que ele seja campeão, pois merece muito.

Por que você o chamava de Zangief?

O Zangief tem cara fechada, o Muralha é um cara mais simpático, né?
Aqui no Comercial nós ficávamos no mesmo quarto no jogo, repórteres ligavam para ele, e ele me falava: "Tchelo não vou atender não". Porque ele não gosta de falar, sabe? Mas é educado demais, sempre deu atenção a todo mundo. Não tem nada a ver o estilo deles.

E como essa amizade cresceu tanto jogando tão pouco tempos juntos (de 2012 a 2013)?

A amizade ficou forte porque, além de treinarmos juntos, concentrávamos juntos. Nos dias dos jogos era videogame, e eu ganhava dele (risos). Conversávamos muito, e assim a amizade só ia crescendo. Saíamos juntos também. Depois do treino, tinha a feira perto da casa dele. Era guaraná com pastel (risos).

Então, com a experiência que ele ganhou por estar no Flamengo, com certeza ele irá se redimir e ser o Muralha que fez ele ir para o Flamengo.

Marcadores:

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget