Guerrero tem chance de decidir primeira final pelo Flamengo

Guerrero, do Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
GOAL: A grande decisão contra o Cruzeiro, nesta quarta-feira(27), é de extrema importância para o Flamengo. Depois do vexame na Libertadores e a distância pela briga do título no Brasileirão, o time carioca precisa "salvar" a temporada e olhar com mais esperança para 2018. Mas se o jogo vale muito para o clube, pode valer até mais para um jogador em especial: Paolo Guerrero.

Contratado a peso de ouro em 2015 para ser o "matador" Rubro-Negro e liderar o Flamengo na alçada por voos mais altos, o peruano ainda não conseguiu faturar um título de expressão pelo clube e foi de fato pouco decisivo em jogos importantes.

Em 2015, na própria Copa do Brasil, quando se esperava por ele para decidir o duelo contra o Vasco, Guerrero foi pouco efetivo e acabou até se lesionando na segunda partida. Em 2016, o camisa 9 demorou para engrenar na temporada e o Flamengo caiu logo na segunda fase do torneio ao ser eliminado pelo Fortaleza.

No estadual, mais uma eliminação para o Vasco expôs a insatisfação da torcida com elenco e com o camisa 9 que deixou a desejar na hora decisiva. No Brasileiro, o Flamengo teve uma boa reação e até brigou pelo título contra o Palmeiras. Mas novamente, em momentos importantes Paolo Guerrero não conseguiu ser o protagonista.

Nesta temporada, porém, a melhor de toda a carreira do camisa 9 do Flamengo, Guerrero foi crucial na conquista do Campeonato Carioca marcando gols na semifinal e na grande decisão, contra o Fluminense. Ele também terminou o torneio como artilheiro com 10 gols.

Na Copa Libertadores, o peruano até tentou mas não conseguiu suprir a ausência de Diego que se lesionou e acabou desfalcando a equipe Rubro-Negra. O atacante marcou apenas dois gols, ambos dentro de casa e viu o Flamengo ser eliminado de forma vergonhosa no maior torneio de clubes da América.

Com 20 gols em 40 jogos com a camisa do Flamengo, Guerrero a fase mais artilheira de sua carreira aos 33 anos e é sobre ele que está depositada toda a esperança de gols do Rubro-Negro contra o Cruzeiro, no Mineirão. O camisa 9 foi a grande ausência no primeiro jogo da final, mas viu o jovem Lucas Paquetá cumprir bem o seu papel.

Com todo o apoio da torcida, Guerrero tem a chance de se tornar de vez o queridinho dos torcedores, mas para isso vai precisar furar a "muralha" Fábio e ser decisivo, algo que ainda falta nesta passagem pelo Flamengo.

O camisa 9 foi a grande ausência no primeiro jogo da final, mas viu o jovem Lucas Paquetá cumprir bem o seu papel.

Marcadores:

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget