Éverton Ribeiro não pode ser banco no Flamengo

Éverton Ribeiro comemorando gol pelo Flamengo - Foto: Gilvan de Souza
BRUNO VOLOCH: O Flamengo finalmente voltou a vencer. Já estava na hora.

Alguns fatos importantes na vitória de 2 a 0 contra o Sport. Primeiro começando pela sensibilidade de Reuda na escalação de Muralha no gol.

O Flamengo só terá ele por causa da contusão de Thiago para a final da Copa do Brasil, portanto nada mais correto do que dar ritmo ao goleiro e quebrar o gelo com o torcedor.

Por sinal a torcida, inesperadamente, não pegou no pé do goleiro, pelo contrário, cobriu Muralha de carinho.

Sábia decisão.

Éverton Ribeiro foi o melhor em campo. Disparado o mais criativo e ofensivo do time. outro destaque.

O jogador apenas provou na oportunidade que teve que não pode ser banco.

Rueda que se vire para arrumar um esquema com ele e Diego, esse devendo e prendendo demais a bola, juntos.

Exagerado talvez tenha sido usar em determinado momento 3 volantes. Por que Márcio Araújo, Arão e Cuellar com um a mais e contra o frágil Sport?

Trauco, inexplicavelmente preterido por Rueda, é outro que se saiu muito bem.

Assim foi o Flamengo diante do Sport.

Rueda que se vire para arrumar um esquema com ele e Diego, esse devendo e prendendo demais a bola, juntos.

Marcadores:

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget