Flamengo quita mais R$ 96 milhões e dívida cai para R$ 364 milhões

Torcida do Flamengo na Arena Corinthians. em Itaquera - Foto: Gilvan de Souza
RODRIGO MATTOS: Se em campo tem sobrado diante do Flamengo, o Corinthians capenga diante do rival em relação à gestão. Depois de anos menor, a dívida corintiana ultrapassou a rubro-negra em tamanho no meio de 2017, como mostram os dois balancetes divulgados. E isso sem levar em conta o débito pela Arena Corinthians que não é contabilizado.

Divulgadas nesta semana, as demonstrações financeiras do Corinthians até junho de 2017 mostram um débito líquido de R$ 472,4 milhões, um crescimento de quase R$ 50 milhões em relação ao final de 2016. Antes, a dívida era de R$ 425 milhões porque houve uma redução após a venda de boa parte do elenco em 2016. Mas, na atual temporada, o Corinthians voltou a apresentar R$ 35 milhões de déficit.

Em comparação, o balancete do Flamengo do mesmo período apresenta uma dívida líquida de R$ 364,4 milhões. Esse valor representa uma redução do total de R$ 460,6 milhões que era devido no final de 2016.

A diferença do caso rubro-negro deve-se principalmente à venda do jogador Vinicius Jr.. Foram registrados no ativo do Flamengo os recebimentos futuros relacionados ao jogador, já que foi paga a primeira parcela. Houve outra em julho de 2017 e a terceira parte chega em julho de 2018. No total, serão pagos R$ 145 milhões pelo atleta, sendo que uma parte do dinheiro (6 milhões de euros) foi para comissões e há outras partes para direitos de terceiros.  Sobram R$ 105 milhões para o clube.

Por conta do abastecimento das contas com essa operação, o time carioca fechou a receita do meio do ano com R$ 409 milhões, mais do que o dobro do Corinthians que terminou com R$ 140 milhões de renda neste período.

Uma comparação entre as gestões iniciada por Eduardo Bandeira de Mello e a primeira administração de Andres Sanchez e seus aliados mostra como mudou o panorama dos dois clubes. Em 2007, após a gestão de Alberto Dualib, o Corinthians devia R$ 170 milhões, valor corrigido pela inflação. Enquanto isso, o Flamengo devia R$ 750 milhões em 2013 quando a atual administração assumiu o clube. Agora, pela primeira vez, o clube carioca deve menos.

Há mais um problema para o Corinthians. Pelo ritmo atual de 2017, o clube descumpriria uma das normas do Profut ao final do ano. A Lei do Profut prevê que a agremiação alvinegra teria de reduzir seu déficit a 10% de seu faturamento no ano. Até agora, o déficit está em 25% das receitas obtidas. Neste caso, o clube poderia sofrer punições que, em último caso, levariam até a exclusão do programa.

Mas é preciso lembrar que isso só conta com o balanço do final do ano completo e que o Corinthians pode levar uma advertência antes de ser excluído.

O time carioca fechou a receita do meio do ano com R$ 409 milhões, mais do que o dobro do Corinthians .

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget