Sem Diego, Matheus Sávio pede passagem no Flamengo.

Matheus Sávio - Foto: Gilvan de Souza / Flamengo
GLOBO ESPORTE: vida do garoto Matheus Savio é uma gangorra desde que chegou ao Flamengo em 2014. No ano seguinte da chegada à Gávea ele teve a primeira oportunidade no profissional, mas voltou para a base e só subiu de vez este ano. Agora, no momento em que Diego, estrela do time, passa por momento delicado - vai passar por uma cirurgia no joelho direito neste sábado -, aparece a nova chance. O jogador substituiu Diego no meio do segundo tempo e deve seguir no time.

O jogador é a aposta caseira do técnico Zé Ricardo para a função. Na crescente mais uma vez e com mais espaço, Savio - que não tem nome inspirado no ídolo flamenguista dos anos 1990 - passou à frente da concorrência e é o mais cotado para substituir Diego contra o Botafogo, na semifinal do Carioca. Savio completa neste sábado 20 anos - o aniversário é na data da cirurgia de Diego. Os destinos de craque e promessa se cruzam em período crucial do Flamengo em 2017.

Savio tem quatro gols em 15 jogos pelo Flamengo: o último foi na vitória sobre o Bangu por 3 a 0.

Natural de Brodowski (SP), Savio fez sua estreia no profissional com 17 anos, na vitória por 2 a 0 sobre o Naciolnal-URU, amistoso para a despedida de Léo Moura, no dia 4 de março de 2015. Na época, foi o técnico Vanderlei Luxemburgo quem lhe puxou da base. Em quatro jogos, já somava três gols, com direito a um em Fla-Flu.

O jovem iniciava uma trajetória promissora no primeiro ano de sub-20 e já a serviço dos profissionais. Mas, como não é raro com muitos jovens em ascensão fulminante, deslumbrou-se e caiu de produção. No segundo semestre de 2015 ele voltou para os juniores. Foi campeão da Copinha em 2016 sem destaque - embora tenha sido decisivo na final com o Corinthians -, ficou com a camisa 10 durante a temporada inteira, mas não estava satisfeito. Não foi utilizado num jogo sequer por Muricy Ramalho, Jayme de Almeida ou Zé Ricardo na temporada passada.

Trabalho psicológico

A freada na carreira desmotivou Savio, e a empresa que gerencia sua carreira, a Magnitude Group, resolveu investir num trabalho de coaching para o jogador. Ou seja, trabalharam o psicólogico do atleta. Deu certo. Motivou-se, foi convocado para o Sul-Americano Sub-20 e subiu definitivamente aos profissionais em janeiro de 2017. Começou atrás de Lucas Paquetá, principal meia do Flamengo no tri da Copinha e outra promessa rubro-negra, mas disputa espaço com o amigo pouco à frente.

Responsável pela promoção de Matheus Savio ao time profissional, Luxemburgo observa o crescimento do atleta e destaca uma característica que já pediu a outros de seus pupilos, como Robinho, por exemplo: o ímpeto para finalizar. Para Luxa, Savio pode atuar em qualquer posição no setor ofensivo.

- Eu o vi pela primeira vez num treino do time reserva contra os juniores. Quando bati o olho, vi um jogador de muito potencial, habilidoso e que gosta do gol. Talento nato. Ele é mais atacante, apesar de também poder fazer a função do meia. Ele pode atuar tranquilamente naquelas três funções por trás do atacante mais de área, seja pela direita, pela esquerda ou por dentro.

Savio tem quatro gols em 15 jogos como profissional. Na atual temporada, marcou um de pé esquerdo contra o Bangu, na vitória do Flamengo por 3 a 0.

O jogador substituiu Diego no meio do segundo tempo e deve seguir no time.

Marcadores:

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget