Plínio Serpa, ex-VP do Flamengo, recebeu R$ 500 mil da Odebrecht.

SER FLAMENGO: Depois de Godinho, o Flamengo teve mais uma surpresa por conta da Operação Lava Jato. Dessa vez com o vice-presidente de gabinete da presidência, Plínio Serpa Pinto.  Segundo os colaboradores da Justiça Antônio Pessoa de Souza Couto, diretor-superintendente da Odebrecht Realizações, no Rio de Janeiro e Paul Elie Altit, presidente da Odebrecht Realizações Imobiliárias, Plínio teria recebido R$ 500 mil “sem qualquer registro contábil” da Odebrecht.

Esse valor se deu por uma comissão nas vendas de apartamentos de luxo no empreendimento Murano em Icaraí, Niterói. O dinheiro se deu num pagamento feito “por fora” em junho de 2012 das comissões e premiações por venda previstas em contrato. Plínio recebeu o codinome ‘Terra’ e o valor saiu do “Setor de operações estruturadas” da Odebrecht, setor que também era usado para pagar propinas a políticos e caixa 2 para campanhas como explica Antonio Pessoa no vídeo abaixo em sua delação:



Quando a lista do Ministro relator da Lava Jato, no Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin foi divulgada com pedido de abertura de inquéritos a políticos e empresários no dia 11 de abril, o nome de Plínio Serpa Pinto ainda constava no site do Flamengo, na formação do Conselho Diretor do clube. Hoje, dia 16 de abril, o nome de Plínio não consta mais na relação. Em contato com a assessoria do clube, nos foi informado que a condução desse caso está sendo da mesma forma que foi com Flávio Godinho, preso no dia 26 de janeiro, acusado de corrupção ativa, ocultação e lavagem de dinheiro de propina. A assessoria informou ainda que se trata de um problema de cunho pessoal de Plínio e que ele pediu licença por tempo indeterminado por conta de problemas de saúde no dia 30 de março. O Flamengo não irá fazer qualquer declaração publica sobre o caso.

A petição de número 6.680 foi enviada pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF) à Justiça Federal do Rio para abertura de processo. O advogado Michel Assef que defende Plínio Serpa Pinto informou a imprensa que “Ele (Plínio) é empresário do ramo imobiliário há mais de 40 anos. e simplesmente o melhor corretor de imóveis de Niterói (Região Metropolitana do Rio). Recebeu premiação por excelente desempenho. De tudo que recebeu, pagou o tributo correspondente e não provocou nenhum prejuízo ao erário”.

Tulio Rodrigues (@PoetaTulio)

Esse valor se deu por uma comissão nas vendas de apartamentos de luxo no empreendimento Murano em Icaraí, Niterói.

Marcadores:

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget