Leandro ignora STF: "Ganhamos dos melhores dentro de campo"

Leandro defende o título do Flamengo em 1987 - Foto Luiz Pinto / Agência O Globo
EXTRA GLOBO: A decisão do STF de dar o título brasileiro de 1987 ao Sport revoltou os campeões com o Flamengo.

O ex-jogador Leandro, titular naquela conquista, disse que nada vai apagar a vitória de um time que ganhou no campo dos melhores.

- Nenhuma decisão será contra o nosso título, não nos importa, pois sabemos que ganhamos dos melhores dentro do campo e com muita dedicação e luta - afirmou Leandro.

- Portanto, ninguém vai nos dizer que não somos os campeões - completou.

O Flamengo aguarda a publicação da decisão para avaliar um recurso.

- Nossa posição em busca esse reconhecimento segue firme, uma vez que ganhamos o título no campo - disse o vice-jurídico Flavio Willeman.

O julgamento

Não foi uma partida de futebol, mas, por três a um, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) declarou o Sport campeão brasileiro de 1987. Para os torcedores, alguns presentes ao plenário, o julgamento foi tenso voto a voto, como se fosse mesmo uma final de campeonato. A maioria dos ministros da Primeira Turma da mais alta corte do país decidiu que é válida a decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) de 1987, que declarou o Sport Club do Recife vencedor do torneio, e a decisão judicial do ano seguinte, que confirmou o título.

A decisão foi tomada em um recurso apresentado pelo Flamengo reivindicando o título do Campeonato Brasileiro de 1987. O time recorreu da decisão judicial que proclamou o Sport dono do título. Alegou, ainda, que em 2011 a própria CBF estendeu o título ao time rubro-negro. O relator, ministro Marco Aurélio Mello, flamenguista declarado, votou contra o time do coração quando o julgamento começou, em 2 de agosto do ano passado. Argumentou que a declaração tardia da CBF não tinha validade, porque o Judiciário já tinha definido a questão antes.

Nesta terça-feira, quando o tema voltou ao colegiado, Luís Roberto Barroso, que também é flamenguista, votou pelo compartilhamento do título entre os dois clubes. Para ele, as duas decisões da CBF eram válidas. Mas os ministros Rosa Weber e Alexandre de Moraes concordaram com o relator, encerrando a polêmica.


O Flamengo aguarda a publicação da decisão para avaliar um recurso.

Marcadores:

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget