Renda de Brasil 3 x 0 Argentina supera Flamengo x Atlético-PR.

Primeiro mosaico da torcida para a Seleção Brasileira no Mineirão - Foto: AFP / EVARISTO SA
PLACAR: A vitória de 3 x 0 do Brasil contra a Argentina foi a segunda maior renda da história do futebol brasileiro. Com mais de R$ 12 milhões de renda, o jogo fica atrás apenas do título do Atlético-MG, pela Copa Libertadores, no mesmo Mineirão.

O estádio aliás, tem três das dez maiores rendas da história do futebol brasileiro, incluindo os dois primeiros lugares, citado acima. Além disso, a final da Copa do Brasil, entre Atlético-MG e Cruzeiro, no estádio, entra na lista.

O jogo entre Brasil e Argentina desbancou o ex-segundo colocado na lista de maiores rendas, o jogo entre Flamengo e Atlético-PR, de 2013, na final da Copa do Brasil daquele ano.

Curiosamente, as maiores rendas do Brasil vieram depois do surgimento das arenas, mesmo que estádios ainda antigos e sem reforma, como o Morumbi, apareça na lista.

Além do aumento do preço dos ingressos, o fato deles custarem em reais e não Cruzeiros ou Cruzados, fez a lista ter como jogo mais antigo, a abertura da Arena do Grêmio, em 2012.

Além disso, a lista não conta com jogos da Copa do Mundo e Olimpíadas, em que os ingressos são vendidos de forma diferente de outras partidas. Além disso, o valor é visto em número absoluto, não em valor da moeda, que faria a lista ser diferente.

MAIORES RENDAS DO FUTEBOL BRASILEIRO

1° - Atlético-MG 2 x 0 Olímpia-PAR – Mineirão (Belo Horizonte-MG) – 24/07/2013 – Público: 56.557 – Renda: R$ 14.176.146,00 – Final Libertadores 2013;

2° - Brasil 3 x 0 Argentina - Mineirão (Belo Horizonte-MG) – 10/11/2016 – Público: 53.490 – Renda: R$ 12.726.250,00 – Eliminatórias da Copa 2018

3° - Flamengo 2 x 0 Atlético-PR – Maracanã (Rio de Janeiro-RJ) – 27/11/2013 – Público: 57.991 – Renda: R$ 9.733.785,00 – Final da Copa do Brasil 2013;

4° -  Brasil 1 x 0 Sérvia – Morumbi (São Paulo-SP) – 6/6/2014 – Público: 63.280 – Renda: R$ 8.693.940,00 – Amistoso

5° - Brasil 2 x 2 Inglaterra – Maracanã (Rio de Janeiro-RJ) – 02/06/2013 – Público: 57.280 – Renda: R$ 8.615.730,00 – Amistoso;

6° - Grêmio 2 x 1 Hamburgo-ALE – Arena do Grêmio (Porto Alegre-RS) – 08/12/2012 – Público: 46.969 – Renda: R$ 8.599.614,00 – Amistoso de inauguração;

7° - Cruzeiro 0 x 1 Atlético-MG – Mineirão (Belo Horizonte-MG) –26/11/2014 – Público: 39.786 – Renda: R$ 7.855.510,00 – Final da Copa do Brasil 2014;

8° -  São Paulo 0 x 2 Atlético Nacional-COL – Morumbi (São Paulo-SP) – 06/07/2016 – Público: 61.766 – Renda: R$ 7.526.480,00 – Semifinal da Libertadores 2016;

9° - Santos 0 x 0 Flamengo – Mané Garrincha (Distrito Federal-DF) – 26/05/2013 – Público: 63.501 – Renda: R$ 6.948.710,00 – Brasileirão 2013;

10° - Brasil 3 x 0 França – Arena do Grêmio (Porto Alegre-RS) – 09/06/2013 – Público: 51.643 – Renda: 6.833.515,00 – Amistoso;

Curiosamente, as maiores rendas do Brasil vieram depois do surgimento das arenas, mesmo que estádios ainda antigos e sem reforma.

Marcadores:

Postar um comentário

[facebook]

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget