Flamengo Hoje

Últimas Notícias:

Foto: Divulgação
GOAL: Os grupos do Campeonato Brasileiro feminino de 2017 foram sorteados nesta segunda-feira (23). A competição terá duas chaves, cada uma com oito clubes. Flamengo e Santos estão no Grupo 2, que também pode ser chamado de "grupo da morte".

O time da Vila Belmiro já é tradicional no futebol feminino. O Flamengo tem grande torcida e foi campeão brasileiro em 2016. Mas enfrentarão equipes importantes do esporte, como São José (tricampeão da Libertadores e da Copa do Brasil), Ferroviária (campeã da Libertadores de 2015) e Foz Cataratas/Coritiba (3º lugar na Libertadores de 2016). Além disso, ainda há o Rio Preto, que foi campeão brasileiro de 2015, e dois times de clubes da Série A masculina, Ponte Preta e Vitória.

O Grupo 1 tem Corinthians, Grêmio, Sport, Audax (campeão da Copa do Brasil de 2016), Kindermann (campeão da Copa do Brasil de 2015), Vitória-PE, São Francisco e Iranduba.

Desta forma, metade dos times participantes, oito ao todo, serão de clubes que disputam a Série A do futebol masculino: Santos, Flamengo, Coritiba (em parceria com o Foz Cataratas), Ponte Preta, Vitória, Corinthians, Grêmio e Sport.

A intenção da CBF é que esse número aumente para que cresça o interesse do público na competição. Isso deve acontecer a partir de 2018, quando os clubes serão obrigados a terem times masculinos e femininos para disputar as Copas Libertadores nos dois formatos.

O Campeonato Brasileiro feminino acontecerá entre março e agosto de 2017. Os times se enfrentarão em dois turnos na fase de grupos. Depois, avançarão quatro equipes de cada chave. Começará então o mata-mata com jogos de ida e volta até a final.

EXTRA GLOBO: Luiz Eduardo Baptista, o Bap, deixou a diretoria do Flamengo há quase dois anos (ele era vice-presidente de marketing) e virou um crítico ferrenho dos atuais dirigentes rubro-negros, muitos ex-companheiros seus de chapa azul, nas redes sociais. Nas eleições presidenciais de 2015, Bap esteve em outra chapa.

Nos últimos dias, ele deu fortes declarações no Twitter e chegou a bater boca com alguns torcedores defensores da atual diretoria.

“Flamengo não pode se expor, perdendo para times inexpressivos- nunca. Jogo treino, fechado, seria mais adequado. Com TV? Não tem desculpa”, começou por dizer o ex-dirigente.

Respondendo um torcedor que afirmou que ele “queria aparecer”, Bap soltou: “@Phael_Barboza Você é um fanfarrão. Aparecer? Acha que eu preciso do Fla para isso? Veja bem nome a nome,quem precisa do Fla. Kkkk”.

Antes, para o mesmo torcedor, soltou: “@Phael_Barboza Trabalhou pelo clube? Colocou dinheiro seu? Deu aval? Colocou seu prestígio à serviço do clube? Família em segundo plano?”.

Para Bap, que discutiu com outros vários rubro-negros, o Flamengo atual se acostumou a perder: “Essa coisa de perder vicia. Os caras não pensam em mais nada. Só em perder...”.

Disse ainda que o basquete do time só se tornou multicampeão graças a ele: “A pergunta certa seria quem fez o super campeão de basquete.... O dinheiro de quem? Ingratos”.

Confira abaixo mais declarações polêmicas do ex-dirigente rubro-negro.





Foto: Divulgação
ESPN: Reforçando o elenco para o Paulistão, o Red Bull Brasil ganhou mais uma cara nova no setor ofensivo. O atacante Nixon, que chega por empréstimo do Flamengo até o final do Estadual, já trabalha com o grupo sob o comando do treinador Alberto Valentim.

"É um clube que cada vez mais está aparecendo no futebol e nesse Paulistão vai buscar novamente seu espaço lá em cima. Quero dar meu melhor para ajudar o Red Bull Brasil a conquistar seus objetivos", comentou.

Nixon é a oitava contratação feita pelo time que manda seus jogos em Campinas. Antes dele o clube já havia apresentado os laterais Thallyson e Lucas Taylor, o zagueiro Donato, os meias Fillipe Soutto e Elvis e os atacantes Evandro e Élton, além de Misael, que retornou de empréstimo.

"Na base e no profissional eu joguei pelas pontas e como centroavante. É claro que sempre tem uma função ou outra que a gente gosta mais, mas o que o professor decidir eu tenho que estar pronto e trabalhar e corresponder em campo", completou o reforço.

Nixon foi revelado nas categorias de base do Flamengo, sendo campeão da Copa São Paulo de 2011. Após ser bastante utilizado em 2013 (quando ganhou a Copa do Brasil) e 2014, ele perdeu espaço em 2015. Ano passado, ele foi emprestado ao América-MG.

O Red Bull estreia no Paulistão dia 5 de fevereiro, contra o Mirassol, fora de casa. Na sexta-feira, a equipe realiza jogo-treino contra o São Bernardo.

Reprodução Twitter
FOX SPORTS: Na busca por um atacante para fechar o elenco que disputará a Conmebol Libertadores Bridgestone a partir de março, o Flamengo sonha com Orlando Berrío para a posição. Com o jogador no Brasil para o amistoso da Colômbia contra a Seleção do técnico Tite, o objetivo da diretoria rubro-negra é sacramentar o negócio antes do retorno do jogador ao Atlético Nacional. Segundo a imprensa colombiana, o clube quer US$ 5 milhões, aproximadamente R$ 16 milhões, para liberar o atleta.

Em uma primeira proposta, o Flamengo teria oferecido R$ 10 milhões para ter o atacante, mas o negócio não agradou os colombianos. O objetivo do Rubro-Negro era parcelar a quantia em duas vezes, enquanto a diretoria do Atlético Nacional deseja receber o valor de uma só vez. Publicamente, o departamento de futebol do time carioca prefere o silêncio, mas tentará uma última cartada pelo jogador, que busca uma transferência.

Segundo o jornal AS, a presença de última hora dele na equipe de José Pekerman teria ligação com uma possível transferência para o Flamengo. Na publicação, a proposta inicial do clube carioca teria empolgado muito o atacante, que passaria a receber um salário bem acima do que ganha no Atlético.

Companheiro de Berrío na seleção, o volante Gustavo Cuéllar, do Flamengo, em entrevista ao repórter Ricardo Lay, do FOX Sports, confirmou o desejo do colega em passar a defender o clube carioca já nesta temporada. Berrío tem 25 anos e chegaria para ocupar uma lacuna no ataque do Flamengo, que pode aumentar com a possível saída de Marcelo Cirino.

Foto: Divulgação/Vitória
GAZETA PRESS: Uma das equipes que mais vem movimentando o mercado de transferências do futebol brasileiro, o Vitória apresentou mais um reforço nesta segunda-feira. Contratado para compor o setor de ataque, Paulinho falou pela primeira vez como jogador rubro-negro, e não conseguiu escapar de responder sobre polêmicas anteriores em sua carreira.

O atacante, que pertence ao Flamengo e chega ao Vitória para um empréstimo com duração de um ano, coleciona polêmicas fora de campo. Enquanto atuava no Rubro-Negro carioca, o jogador foi flagrado com um grupo de jogadores em uma festa com bebidas alcoólicas, o que ficou conhecido com o “Bonde da Stella”. Já no Santos, o atleta foi afastado em duas oportunidades. A primeira foi em decorrência de uma provocação a Robinho, antes de um duelo contra o Atlético-MG, e a segunda após uma discussão com um torcedor, antes de um confronto justamente com o seu novo clube, na Vila Belmiro.

Apesar do histórico de polêmicas, Paulinho garantiu que é uma nova pessoa. 

“Fiquei o ano de 2016 no Santos mais tranquilo, indo da minha casa para o treino e do treino para minha casa. Acho que pelos problemas que eu passei no Flamengo precisei disso. Hoje sou uma nova pessoa. Vocês sempre vão me ver rindo, sou um cara alegre. Mas vim aqui para jogar futebol, não vim para tirar férias. Este é o ano para eu mostrar para todo mundo que mudei. Agradeço ao presidente e ao Vitória por estar me dando mais uma oportunidade”, declarou o atacante.

Já a respeito de suas características dentro de campo, Paulinho afirmou que irá tentar ajudar o Vitória independentemente da posição em que jogar, já que busca espaço no concorrido elenco da equipe baiana.

“Independentemente da posição, vim para cá para ajudar da melhor forma possível. O Vitória está fazendo um grande projeto para 2017. Estou muito feliz. Pode ter certeza que o torcedor irá ver um Paulinho alegre dentro de campo. Este é o meu jeito, pegar a bola e ir para cima, sem esquecer de ajudar os companheiros na hora de marcar. Espero que este 2017 seja vitorioso não só para mim, mas para meus companheiros e o Vitória”, completou.

A estreia do Vitória na temporada será contra o Sergipe, na próxima quinta-feira, no Barradão, pela primeira rodada da Copa do Nordeste. Buscando recondicionamento físico e treinando a apenas uma semana, Paulinho ainda não sabe se terá condições de atuar.

Foto: Reprodução
LANCE: O Bauru entra em quadra na noite desta terça-feira, para enfrentar o líder Flamengo a partir das 19h30min (horário de Brasília), em confronto válido pela 16ª rodada da fase de classificação do NBB, no Ginásio Álvaro Vieira Lima (Tijuca Tênis Clube).

Oitava colocado na tabela, a equipe bauruense pode terminar a rodada entre os quatro primeiros. Para Gegê, será uma partida diferente. Depois de quatro temporadas defendendo o Rubro-Negro, o armador enfrenta o ex-clube pela primeira vez no Rio de Janeiro.

- Nada vai apagar a minha história na Gávea, o meu respeito e o meu carinho pelo clube e pelos amigos que fiz. Mas, amigos à parte. Sou jogador do Bauru, vou honrar essa camisa com todas as minhas forças e vamos lutar por um bom resultado contra o Flamengo, que é importante demais para a gente nesse momento da competição. Queremos e precisamos melhorar nossa posição na tabela e uma vitória sobre o líder aumenta a confiança e o moral - afirmou ele, que terá a torcida da família nas arquibancadas.

Camisa 19 do Bauru, Gegê tem médias de 5,5 pontos, 3,3 rebotes e 4,50 assistências em 30 minutos de jogo no NBB 9.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo
LANCE: Sem espaços no Flamengo, o goleiro Paulo Victor está próximo de deixar o clube rubro-negro. Próximo clube do atleta será o Gaziantepspor, da Turquia. Interesse foi divulgado no último sábado e o camisa 48 sequer viajou com o restante do elenco para o amistoso contra o Vila Nova, no Serra Dourada.

Após o domingo de Folga, o Flamengo se reapresentou na manhã desta segunda-feira, no Ninho do Urubu e goleiro não treinou com os companheiros. Paulo Victor esteve no centro de treinamento do clube mas para acertar alguns detalhes antes do acerto com o clube turco.

Aos 30 anos, o camisa 48 vai ter a companhia do zagueiro Wallace e do meio-campo Lucas Mugni, no Gaziantepspor, que no momento é o lanterna do Campeonato Turco.

Com a saída de Paulo Victor, Thiago passa a ser o reserva imediato de Alex Muralha no rubro-negro. Jovem foi campeão da Copa São Paulo no último ano. Outro jovem que ganha espaço com a saída de Paulo é Gabriel Batista, que foi o titular na copinha deste ano e já treinou com os profissionais nesta segunda-feira.


Foto: André Durão
GLOBO ESPORTE: A diretoria do Vasco agiu rápido e após reunião na tarde desta segunda-feira, 23, definiu que o clássico diante do Flamengo, no sábado, às 14h, pelo Novo Basquete Brasil, terá torcida das duas equipes. A Arena da Barra poderá receber até 3.500 torcedores e a venda de ingressos começa nesta terça-feira, 24, com 1.750 ingressos para os vascaínos e outros 1.750 para os flamenguistas. O valor será de R$ 40 (R$ 20 meia-entrada). A partir de quarta-feira (25), o horário de venda será das 10 horas às 17 horas, no Complexo Esportivo de São Januário (bilheteira 5) e no Estádio da Gávea.

Nos bastidores, a diretoria do Cruz-maltino trabalhou para que o clássico tivesse torcida dupla, o que ainda não estava confirmado por questões de segurança. A partida deveria ter acontecido no dia 18 de dezembro do ano passado, mas foi adiada pela falta de definição de um ginásio para o encontro. Desta vez, a Liga Nacional de Basquete não trabalhou com a hipótese de um novo adiamento, apenas esperava a definição do Vasco sobre a presença ou não das duas torcidas.

Por questões de segurança, o Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe), informou desde dezembro que nenhum ginásio do Rio tem disposição para separar as torcidas. E assim, não determinou, mas recomendou que o duelo tivesse apenas a torcida vascaína. Para que o contrário acontecesse, o Cruz-maltino teria que arcar com a instalação de divisórias entre as torcidas na Arena da Barra. Caso isso não fosse feito, o Gepe encaminharia a solicitação de policiamento do Vasco para os superiores do Major Silvio Luis, comandante do grupo.

Foto: Gustavo Garcia/GloboEsporte.com
GLOBO ESPORTE: A notícia de que terá que enfrentar o Flamengo pela primeira rodada do Carioca na Arena das Dunas, em Natal, foi tratada como positiva pelo lado do Boavista. Quem garante o gestor do clube, João Paulo Magalhães. De acordo com o dirigente, mesmo com a questão do deslocamento para o Rio Grande do Norte, tirar a partida do Rio de Janeiro fará que o jogo tome uma proporção ainda maior até mesmo pelo palco que irá receber o confronto.

- Eu sou a favor da nacionalização dos jogos, que as partidas que envolvam times como o Boavista, o Bangu, o Madureira... sejam disputadas fora. Isso ajuda a expandir a marca dos clubes - disse o homem forte do Boavista, que ainda valorizou o estadual do Rio de Janeiro.

- É muito positivo. E isso demonstra a força do Carioca, que deixou de ser regional. É um campeonato nacional. É o maior do país no primeiro semestre. Então acaba sendo muito bom levar os jogos para outros estados - disse.

Para o Campeonato Carioca, o Boavista foi ao mercado e contratou nomes rodados como o goleiro Felipe, os zagueiros Antônio Carlos e Renato Silva, os meias Fellype Gabriel e Robert, além do técnico Joel Santana. O objetivo do clube é fazer frente aos grandes na competição.

O Boavista estreia no estadual neste sábado, às 19h30, na Arena das Dunas, contra o Flamengo.

Foto: Andrey Menezes/FLA TV
GLOBO ESPORTE: Os ingressos para o jogo entre Flamengo e Boavista, na Arena das Dunas, em Natal, já estão à venda. Na última sexta-feira, o GloboEsporte.com havia publicado os preços dos bilhetes para o jogo na capital potiguar, que marca a abertura do Campeonato Carioca para as duas equipes. Os valores variam de R$ 40 (meia), para a meia entrada do setor Sul, a R$ 210 (inteira), para a área premium.

Os sócio-torcedores do Flamengo podem adquirir os ingressos com desconto para outros setores do estádio (clique aqui para ver os valores). Em Natal, as vendas acontecem no site e na bilheteria 1 das 10h às 18h, com acesso pelo portão T da Arena das Dunas; e a partir desta terça-feira, dia 24, nas lojas Sport Master dos shoppings Midway Mall, Partage Norte Shopping e Natal Shopping; e na lanchonete Pittsburg da Avenida Prudente de Morais, em Lagoa Nova.

Confira os preços:

>> 1º Anel Leste (Torcida do Flamengo)
R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia)

>> Setor Sul (Torcida do Flamengo)
R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia)

>> 1º Anel Noroeste (Torcida do Boavista)
R$ 130 (inteira) e R$ 65 (meia)

>> Setor Premium (Torcida Mista, com open bar + DJ)
R$ 210 (inteira)* e R$ 120 (meia)**

*Ingresso inteira R$ 180 + serviços R$ 30

**Ingresso meia R$ 90 + serviços R$ 30

Marcelo Cirino - Foto: Gilvan de Souza / Flamengo
GLOBO ESPORTE: A novela Marcelo Cirino ganhou mais um capítulo nesta segunda-feira. O Inter fez uma proposta a Doyen Sports para aquisição de 25% dos direitos do atleta (a empresa tem 50%), o que aproximou de um acordo pelo atacante. Restaria então uma última ponta: o Atlético-PR.

A negociação é encarada como "complexa" pelo Inter. Afinal, o Colorado tem de atar quatro pontas: o Atlético-PR, detentor dos direitos do atleta, o Flamengo, clube em que está emprestado, o próprio atleta, além do grupo de investidores.

E é justamente a aceitação do Atlético-PR, dono dos demais 50% dos direitos do atleta, que preocupa o clube gaúcho. Caso o Flamengo não permaneça com o atleta, o Furacão tem interesse em se reforçar com Cirino para a disputa da Libertadores. Por todo esse cenário, a resolução da novela não deve acontecer nessa semana.

Enquanto isso, o Flamengo tem total interesse em negociar o atacante. O Rubro-Negro tem contrato de empréstimo do jogador, junto ao Atlético-PR, até 31 de dezembro de 2017. Se até o final do ano não vendê-lo, os cariocas terão que pagar à Doyen 3,5 milhões de euros, acrescidos de juros de 10% ao ano – o que vai representar cerca de R$ 20 milhões.

Cirino já deixou claro o interesse em poder atuar no Beira-Rio. Mesmo que seja para disputar a Série B do Brasileirão. A intenção é atuar, algo que pouco conseguiu na Gávea. No Brasileirão, disputou 24 partidas pelo Brasileirão, tendo balançado as redes em duas oportunidades (soma 50 jogos e 12 gols no total pelo Rubro-Negro).

O estilo do jogador de 24 anos agrada ao perfil do departamento de futebol. Cirino tem a força e a velocidade como principal atributos. Aliás, o interesse colorado não chega a ser inédito. No ano passado, o clube tentou, mas a Doyen preferia uma negociação com o mercado internacional. Acabou mantendo-o no Flamengo.


Alexandre Pato atualmente é o camisa 10 do Villareal - Foto: Manuel Queimadelos Alonso/Getty Images
GLOBO ESPORTE: Alexandre Pato já atuou por três grandes clubes do futebol brasileiro: Internacional, Corinthians e São Paulo. Mas, se depender dele, essa lista pode aumentar no futuro. Em entrevista exclusiva ao GloboEsporte.com, o atacante de 27 anos revelou que tem o desejo de um dia vestir a camisa do Flamengo (assista ao vídeo acima). Pato atualmente defende o Villarreal-ESP, com quem tem contrato até o meio de 2020, e aos poucos vai crescendo de produção nessa nova passagem pelo futebol europeu.

- No começo da minha carreira no Milan eu não esperava voltar logo ao futebol brasileiro. Passaram uns anos e voltei. Joguei no Corinthians e no São Paulo e tive uma identificação muito bacana com o São Paulo. Quem sabe lá na frente eu possa voltar a jogar no São Paulo. Mas também... Depois que conheci a Fiorella me identifiquei muito, vejo e comento algumas fotos do Flamengo. Gosto do estilo do Flamengo. Quando vou para lá os cariocas falam: "Pô, Pato, por que não vem pro Flamengo?". Aquele estilo bacana (risos). O flamenguista, o carioca em si é bacana. Quem sabe? O futuro a gente nunca sabe. O presente está bom hoje aqui no Villarreal, mas no futuro não sei o que pode acontecer - respondeu Pato, ao ser questionado se pensava em um um dia retornar ao Inter, que o revelou, ou novamente ao futebol brasileiro em geral.

Pato teve uma passagem mais negativa do que positiva pelo Corinthians, marcada pela perda de um pênalti com cavadinha que ajudou a eliminar o time da Copa do Brasil em 2013. Na sequência foi bem no São Paulo, para onde também gostaria de retornar no futuro. Mas o Flamengo é a surpresa da lista.

- Ah, o são-paulino me tratou muito bem, quem sabe voltar ao São Paulo pelo jeito que me trataram... Mas tem também o Flamengo. Depois que conheci a Fio, simpatizei bastante com o Flamengo. É bacana. Quem sabe? Não sei, vamos ver.

Esse novo sentimento de Pato pelo Fla teve como grande influenciadora a namorada do jogador, a atriz e modelo Fiorella Mattheis. Ela é rubro-negra de coração e já até "cobrou" o namorado.

- Ela já fala que lá na frente... Ela quer que a gente um dia volte para lá e que eu jogue no Flamengo.

E na verdade Pato e Flamengo não são realidades tão distantes. O nome do atacante chegou a ser especulado no clube em 2015, quando a diretoria estava em busca de um atacante renomado - acabaram contratando Guerrero. O interesse, no entanto, não foi adiante e não se transformou em proposta ou negociação.

- Conheço o Rodrigo Caetano (diretor executivo de futebol do Fla) há muito tempo, desde muito novinho, quando a gente jogava o Grenal - ele era do Grêmio e eu era do Inter. Houve boatos, algumas coisas que falaram, falaram com meu empresário, mas não passou disso. A única coisa que aconteceu mesmo foi do São Paulo, mas o Flamengo é um clube bacana e que chama muita atenção.

O Flamengo foi apenas um dos muitos temas da longa entrevista concedida por Alexandre Pato. Ele nos recebeu na casa onde mora em Valencia, fez um balanço da carreira e falou bastante: sobre a famosa bronca que recebeu de Tite no Corinthians, o tempo de São Paulo e a relação com Rogério Ceni, a vida no Villarreal, o foco de voltar à Seleção... E relembrou boas histórias dos tempos em que atuava com lendas no Milan. A matéria completa será publicada nesta terça-feira no GloboEsporte.com. Não perca!

Arte: Flamengo / Divulgação
SITE OFICIAL DO FLAMENGO: Em cerimônia realizada no Rio de Janeiro nesta segunda-feira (23), o Comitê Brasileiro de Clubes (CBC), então Confederação Brasileira de Clubes, anunciou o repasse de mais de R$200 milhões para a formação de atletas em território nacional para o próximo ciclo olímpico, visando Tóquio 2020. O projeto Flamengo Olímpico, capitaneado pelo Departamento de Esportes Olímpicos do Mais Querido, receberá R$4.968.491,52 e visa beneficiar 747 atletas, além de 32 profissionais da pasta. A verba é fruto da descentralização de recursos de concursos de prognósticos (0,5%) previstos na Nova Lei Pelé para a formação de atletas olímpicos e paralímpicos em clubes de todo o Brasil e, desta vez, será investido exclusivamente em recursos humanos para as categorias de base.

"O Flamengo é o principal destinatário do CBC e tenho certeza de que o Comitê se orgulha muito dos nossos resultados apresentados. Por ser um clube cidadão e ter todas as Certidões Negativas de Débito (CND) em dia, o Flamengo foi um dos primeiros clubes aptos a receber os recursos descentralizados da então CBC. Estamos usando essa verba com muita responsabilidade para a formação de nossos atletas olímpicos", celebra o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello.  

"O edital não contempla apenas a formação de atleta, mas também a inclusão social. Uma criança, um jovem, de 7 ou 8 anos de idade até os 16 ou 17 que faz parte desse processo de formação dentro dos clubes, não está sendo apenas um atleta, mas está se formando um  cidadão do nosso país", falou Jair Alfredo Pereira, Presidente do CBC, após sua diretoria tomar posse no cerimonial. Quem também marcou presença na sede social do Tijuca Tênis Clube foi o Ministro do Esporte, Leonardo Picciani.

"Quero aproveitar essa oportunidade para reafirmar o compromisso do Ministério do Esporte em formar atletas e saudar os que estão aqui presentes. Trabalharemos cada vez mais afinados para atingir esses objetivos. Teremos uma tarefa nova na gestão dos equipamentos olímpicos, tanto na Barra da Tijuca quanto em Deodoro, e todos os outros construídos para integrar a rede nacional de treinamento. Temos conversado muito com COB e CBC para criar um calendário de competições para preservar e engrandecer o legado olímpico. A presença de todos aqui é fundamental para essa caminhada", declara Picciani.

A atleta Beatriz dos Santos, vice-campeã brasileira juvenil e campeã adulta por equipes de ginástica artística em 2016, foi representante dos atletas rubro-negros na cerimônia. Bia, que há dois anos representa o Flamengo, tem apenas 15 anos e é uma das principais apostas do Mais Querido. Ela também faz parte dos promissores atletas beneficiados pelo projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro.

O Flamengo apresentará ainda projetos olímpicos em editais da CBC visando ser contemplado através de aquisição de equipamentos, recursos humanos e participação em competições ao longo dos próximos 4 anos.

Veja abaixo um retrospecto dos convênios já assinados pelo Flamengo com o Comitê Brasileiro de Clubes:

- 1.1 Barcos de remo e canoagem: R$1.612.439,08
- 1.2 Set de equipamentos de ginástica, tatame judô e material voleibol: R$1.749.358,00
- 1.3 Piscina Myrtha: R$1.997.718,00
- 1.4 Competições: R$1.769.604,80
- 1.5 Sistema de filtragem e aquecimento: R$1.360.256,19


Foto: Amanda Kestelman/GloboEsporte.com
GLOBO ESPORTE: O sonho de vestir a camisa do Brasil enfim será realizado. Um dos quatro (cinco com o colombiano Cuellar) convocados dentro do grupo do Flamengo, Willian Arão não esconde a euforia com a primeira oportunidade na Seleção. Em entrevista coletiva no CT do clube, nesta segunda-feira, o volante lembrou que o técnico Tite foi o seu primeiro comandante no futebol profissional (no Corinthians) e disse ainda guardar ensinamentos daquela época.

- Um sonho sendo realizado, estou muito feliz. Fruto do meu trabalho também. Vou me preparar da melhor maneira possível para chegar no jogo, fazer uma boa apresentação e honrar a camisa. (Tite) foi o meu primeiro técnico profissional. Aprendi muito com ele. Muitos ensinamentos que carrego até hoje. Sou muito grato, como sou com todos os treinadores que me ensinaram. Por ser o primeiro, guardo muito mais coisa. Sou muito grato sim - disse o jogador.

Arão também ressaltou o caráter solidário do jogo entre Brasil e Colômbia, na quarta-feira, no Engenhão. A renda será destinada aos familiares das vítimas da tragédia com o voo da Chapecoense. Ele teve uma breve passagem pelo clube catarinense, em 2014.

- A gente sabe que o jogo é por uma causa maior. É até difícil falar. Mas me sinto muito honrado de poder fazer parte disso, contribuir da minha forma. É uma emoção muito grande. Primeiro vestir a camisa da seleção e segundo pelo motivo que foi - afirma o rubro-negro.

Arão considera estreia no Carioca fora do RJ ''complicada''

Assim como foi em grande parte de 2016, a expectativa é que o Flamengo viaje bastante no início da temporada, principalmente no Campeonato Carioca, enquanto a Arena da Ilha passa por obras. A situação, segundo Arão, não é a ideal, mas não pode ser determinante no resultado final. Neste sábado, o Fla estreia na competição estadual, diante do Boa Vista, em Natal.

 - Como jogador não falo muito sobre isso. Sou pago para jogar, independente do lugar. Todos sabem que é ruim o deslocamento, poderíamos jogar em casa. Mas a diretoria que resolve. Não conhecemos o gramado, é complicado, mas somos pagos para jogar e temos que ganhar.

Mais tópicos da entrevista:

Mancuello ou Gabriel
Muda bastante (estilo de jogo). Mancuello é mais um meia, Gabriel mais atacante. Muitas vezes ocupo espaço do lado direito, quando Mancuello fica. São movimentos que estamos treinando, professor coloca para nós. Não posso dar muita dica (risos). Obviamente muda, são jogadores com características diferentes"

Possível dupla de volante com Romulo
Eu vejo da melhor maneira possível. É um baita jogador, assim como é Marcio Araújo, Cuéllar, Ronaldo. Questão de adaptação, de treinamento, se conhecer no dia a dia para poder administrar. Jogar com dois jogadores mais soltos, ou dois mais fixos.

Expectativa para a Libertadores
A gente tem tudo para fazer um grande ano, não só na Libertadores, mas em todas as competições. Esperamos chegar no primeiro jogo em alto nível, consistente, para chegar na competição mais importante do ano e fazer um grande campeonato. Temos que nos concentrar primeiro no Carioca para chegar lá na ponta do casco.

Quatro convocados no Fla
É consequência de um bom trabalho, boa administração. Nós nos ajudamos dentro de campo. Não fomos campeões, mas brigamos lá em cima. Temos uma responsabilidade muito grande por estar no Flamengo, mas agora temos ainda mais para jogar sempre bem e ser convocado mais vezes".

Ansiedade pela convocação
Ansiedade, se falar que não tinha (pela convocação), estarei mentindo (risos). Não via as convocações, ficava fazendo outra coisa, para saber de outras coisas. No dia a gente estava no vestiário soube pelos meus companheiros. É o marco do jogador poder chegar à seleção brasileira, defender o seu país. É um sonho sendo realizado. Espero vestir e honrar a camisa"


Willian Arão durante Vila Nova x Flamengo - Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo
LANCE: Um dos destaques do Flamengo na temporada de 2016, o volante Willian Arão sobre o ano que considera o melhor da sua carreira e espera evolução dentro e fora de campo para 2017. Segundo ele, título no ano passado seria para coroar a temporada de alto rendimento. Jogador foi convocado por Tite para o amistoso da Seleção Brasileira contra a Colômbia.

- Foi minha melhor temporada como jogador, os números mostram isso. Tive uma temporada espetacular, infelizmente não consegui terminar com o título, para coroar o trabalho de todos. Para 2017 espero continuar crescendo como jogador e como homem, para conquistar títulos, que é o meu principal objetivo.

O volante irá se apresentar à Seleção Brasileira na manhã desta terça-feira e espera mostrar serviço para seguir na lista de Tite para defender o Brasil nos próximos compromissos.

- Um sonho sendo realizado, to muito feliz. Fruto do meu trabalho, agradeço a Deus, minha família, ao Flamengo e aos meus companheiros. Muito feliz e trabalhar da melhor maneira possível para fazer uma boa apresentação para chegar na Seleção e não sair mais.

- O pessoal joga contra o Flamengo, ninguém entra meia boca. Entram como se fosse o ultimo jogo da vida e a final de copa do mundo. Estão se preparando a mais tempo que nos, mas sabemos o caminho que temos que seguir para sair com os três pontos, independente de tempo de trabalho ou parte física.

Willian Arão ainda comentou sobre uma possível dupla no meio-campo com Rômulo, que chegou nesta temporada para reforçar o elenco rubro-negro.

- Eu vejo da melhor maneira possível, é um baita jogador, assim como é o Márcio Araújo e o Cuéllar. São todos grandes jogadores, então é questão de adaptação, de treinamento e de se conhecer. Não tem problema nenhum jogar com dois que saem mais para o jogo, quando um sair o outro fica. É questão de adaptação mesmo.

João Pedro Granette
LANCE: O Flamengo iniciou a última semana da pré-temporada de 2017 treinando forte no Ninho do Urubu, na manhã desta segunda-feira. Grupo que enfrentou o Vila Nova no último sábado trabalhou no campo 4. Zé Ricardo realizou um trabalho de campo reduzido, valorizando a posse de bola e finalizações.

Rômulo, que não foi para o amistoso treinou com o restante do grupo e segue na preparação para a temporada. Guerrero e Diego se destacaram na atividade desta manhã, marcando gols, dando assistências e pressionando na marcação. Donatti, que sentiu um desconforto muscular antes do jogo contra o Vila ficou na academia.

Outro que segue no departamento médico do clube é Conca, que tem previsão de estrear com a camisa do Flamengo somente em Maio. Assim como argentino, Éderson faz trabalho de fortalecimento muscular e já chegou a aparecer em campo no Ninho do Urubu. Outro que está lesionado é Thiago Santos, que rompeu o ligamento do joelho esquerdo e ficará seis meses fora.

A novidade durante essa última semana de preparação para a temporada, é que os jogadores não irão ficar mais concentrados no CT. Atletas voltam para suas casas no fim do dia. Treinamentos durante essa semana serão em tempo integral até quarta-feira.

Antes da partida contra o Boavista na estreia do Campeonato Estadual, o Flamengo vai fazer um jogo-treino contra o Serra Macaense nesta quarta-feira, no Ninho do Urubu. Zé Ricardo terá cinco ausências para esse teste, já que Jorge, Muralha, Diego, Arão e Cuéllar foram convocados pelas suas seleções para a disputa do amistoso entre Brasil e Colômbia, no mesmo dia, no Nilton Santos.


Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo
GLOBO ESPORTE: Com o sucesso do Flamengo no Pacaembu em 2016 nas partidas contra Fluminense, Figueirense e Santa Cruz, a prefeitura de São Paulo vai se reunir com Eduardo Bandeira de Mello. A intenção é levar mais partidas para o estádio enquanto o Maracanã e o Luso-Brasileiro seguem indisponíveis. A informação é do Estadão.

Secretário municipal de Esportes e Lazer de São Paulo, Jorge Damião mostrou entusiasmo com a possibilidade.

"Queremos o Flamengo jogando no Pacaembu. Já imaginou um Fla-Flu no Pacaembu? A torcida do Flamengo é fantástica e pode ajudar nesse processo de reafirmação do Pacaembu como uma arena esportiva

O GLOBO: Em um começo de temporada no qual os times têm pela frente desafios urgentes e paralelos ao Carioca, é nítida a percepção de que os planejamentos serão colocados à prova bem cedo. Poupados da primeira fase do Estadual, Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco estreiam esta semana, mas as prioridades neste primeiro momento vão além dos compromissos caseiros iniciais, que, este ano, não poderão ser apenas um prolongamento da pré-temporada.

Na tabela feita sob medida para compensar o desfalque na fase preliminar, Vasco e Fluminense farão o primeiro clássico Estadual no próximo domingo, no Engenhão. O tricolor, no entanto, interromperá a semana de preparação para entrar em campo nesta terça-feira, em Juiz de Fora, na estreia da Primeira Liga, contra o Criciúma. Além da defesa do título de uma competição que nasceu como alternativa e foi incorporada mais cedo ao calendário, o time de Abel Braga começa a lutar pela afirmação no imaginário da torcida e crítica de que é possível ser competitivo com um time considerado mediano, sem as estrelas do passado vitorioso.

Com a necessidade de apresentar resultados em pouco tempo nesta sua volta às Laranjeiras, o técnico Abel Braga tem usado da privacidade do Centro de Treinamento na Barra da Tijuca para fechar parte dos jogos-treinos. Mas não é impossível imaginar que tentará levar a cabo a sua intensão de montar um time ofensivo, ainda com base em um meio-campo comandado por Gustavo Scarpa, como em 2016.

Sem ter contratado atacante de área, Henrique Dourado herdou a 9 de Fred e precisará provar com urgência ser capaz de assumir tamanha responsabilidade: em 13 jogos, fez dois gols. O time precisa de um zagueiro e de um lateral-esquerdo. Nessa posição, ganhou força nos últimos dias o nome de Cortez, ex-Botafogo.

COLO COLO NA MIRA DO BOTAFOGO

Depois do Fluminense, é justamente o alvinegro que tem jogo marcado fora das fronteiras do Estadual. E é o time com maior peso para obter resultado imediato. No dia 1º de fevereiro, o Botafogo já começa a decidir uma vaga na fase de grupos da Copa Libertadores. O time do técnico Jair Ventura receberá o Colo-Colo, do Chile, no Engenhão. Uma semana depois, jogará em Santiago a partida de volta. A preocupação em garantir um bom resultado em casa ronda General Severiano.

Se depender do jogo-treino deste domingo, o início de temporada poderá ser promissor. O alvinegro goleou o Rio Branco-ES por 4 a 0, em Cariacica, na Grande Vitória. Os cinco reforços jogaram: Montillo, Roger, Gilson, Gatito e Jonas. Se a torcida tinha alguma desconfiança em relação à dupla de ataque que iniciou a partida, formada por Pimpão e Roger, ela foi por terra. Os dois mostraram entrosamento e Pimpão marcou dois gols.


Outro destaque foi o meia Montillo. Além de passe para Pimpão, o argentino marcou o seu. Sassá fechou o placar. Com problemas musculares, Carli e João Paulo foram poupados. Camilo entrou no decorrer da partida, porque, convocado para o jogo da amizade entre Brasil e Colômbia, na quarta-feira, não estará disponível na estreia do time no Carioca, no mesmo dia do jogo da seleção, contra o Madureira, em Moça Bonita.

Mesmo fora, o jogador é considerado titular absoluto e está empolgado para jogar ao lado de Montillo. O argentino, por sua vez, aposta que Camilo será crucial nas partidas da Libertadores.

— O talento que ele tem foi importante ano passado e este ano terá que ser mais ainda. É claro que vamos tentar ajudá-lo para que seja — declarou o argentino.

Apesar da fragilidade do adversário, o jogo foi importante para Jair testar exatamente a formação tática com Pimpão ao lado de Roger, sem Camilo. Quando treinava no 4-2-3-1, Camilo e Montillo jogavam mais adiantados e tinham em Roger a referência no ataque. Ao que tudo indica, a alternativa funcionou.

A empolgação da torcida com o bom momento do time desde 2016 e agora, com a estreia na Libertadores, pode ser contada em números. No começo de janeiro, o número de sócios-torcedores ultrapassou 20 mil. Nos últimos dias, passou de 22 mil. A tendência é aumentar.

AMBIÇÃO RUBRO-NEGRA

O Flamengo chegou a 2017 com pretensões altas. A vaga na Libertadores deu asas a objetivos mais ambiciosos. Um deles é superar a barreira da fase de grupos da competição internacional. Nas duas últimas edições que participou, o rubro-negro ficou pelo caminho logo no início. Para evitar repetir o passado, a diretoria trouxe Conca como grande nome, ao lado de Diego. Porém, o meia argentino não tem condições de jogo por causa de uma lesão no joelho esquerdo. A previsão é tê-lo somente no fim de abril, mas esse prazo pode ser encurtado.

Enquanto isso, outro argentino parece ganhar espaço no time que estreia sábado, contra o Boavista, na Arena das Dunas, em Natal. Mancuello, que não teve o desempenho esperado ano passado, foi testado na ponta direita no jogo-treino com o Vila Nova — os goianos venceram por 2 a 1, no sábado. A derrota indica que a equipe ainda se encontra longe do ajuste fino após duas semanas de pré-temporada.

— Foi uma primeira experiência. Conversamos bastante, há período de adaptação na posição dele. Vão ser dadas oportunidades. Pelo tempo de adaptação e inteligência, acho que consegue fazer a função — disse o técnico Zé Ricardo.

De volta à elite do Brasileiro, o Vasco terá o primeiro contato com a realidade de 2017 no clássico com o tricolor. No caso do time de São Januário, a primeira impressão é importante para não dar margens a comparações com o time de 2015, que havia conseguido o acesso à Série A no ano anterior e voltou a ser rebaixado no Brasileiro — mesmo que tenha conquistado o Carioca nos dois últimos anos. Na pré-temporada, ao se deparar com um adversário de peso, perdeu por 4 a 1 para o Corinthians, na Florida Cup.

Conseguiu se recuperar diante do River Plate, com um golaço de Nenê, que pode ter a companhia de outro jogador renomado. O atacante Luís Fabiano está na expectativa de acertar o distrato com o Tianjin Quanjin, da China, para poder assinar com o clube carioca.

Fora isso tudo, há o Maracanã. A casa do futebol carioca ainda está com seu futuro indefinido, e as entidades envolvidas tentam reabri-lo a tempo do Campeonato Estadual.


MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget