Flamengo Hoje

Últimas Notícias:

Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo
NÚMEROS DA BOLA: Foram apenas dois jogos com a camisa do Flamengo, mas aos poucos Renê vem mostrando suas características para a torcida. O lateral-esquerdo precisou de somente 180 minutos para se tornar o maior ladrão de bolas da Primeira Liga.

Contra o Ceará, nesta quarta-feira, o jogador conseguiu cinco desarmes corretos, de acordo com números do site Footstats. Com isso, Renê assumiu a liderança do ranking deste quesito, superando outro lateral: Igor Miranda, do Londrina, que já recuperou oito posses no campeonato.

Desarmar, aliás, tem sido uma marca do Flamengo na competição. O clube é o líder do fundamento com 45 roubos de bola.

LADRÕES DE BOLA DA PRIMEIRA LIGA

1º – Renê – Flamengo – 9 desarmes
2º – Igor Miranda – Londrina – 8 desarmes
3º – Rodrigo Dourado – Internacional – 5 desarmes
Richardson – Ceará – 5 desarmes
Bruno Cantanhede – Paraná – 5 desarmes
Fagner Alemão – Avaí – 5 desarmes
França – Londrina – 5 desarmes
Lelê – Ceará – 5 desarmes
Luizão – Londrina – 5 desarmes

Foto: Screenshot / Diário Olé
LANCE: Em meio a imbróglios em segmentos extracampo, o Flamengo deu, na última quarta-feira, uma ótima notícia ao seu torcedor: informou que a estreia na Copa Libertadores, diante do San Lorenzo, será no Maracanã, em duelo a ser realizado no dia 8 de março.

O anúncio do Rubro-Negro, que pegou até os flamenguistas de surpresa, também repercutiu na imprensa argentina - ainda que de forma muito discreta. A nota sobre o assunto no jornal "Olé" cita o estado de "semi-abandono" do local. O "La Nación", por sua vez, não escreveu uma linha sequer.

Procurado pelo LANCE! para comentar o assunto, o repórter Diego Paulich, do "Olé", foi sucinto e categórico ao analisar o palco da estreia da equipe de Diego Aguirre, atualmente terceira colocada no Campeonato Argentino.

- O San Lorenzo sempre soube que teria um duro adversário como o Flamengo no grupo (4, que conta também com Atlético-PR e Universidad Católica). Agora, sabe que fica ainda mais forte por jogar no Maracanã. Obviamente que todos aqui sabem sobre o estádio, mas o time de Aguirre não irá mudar seu planos esportivos por causa disso - disse Paulich.

NO SAN LORENZO

Distante da dura realidade vivida no futebol carioca, os argentinos, de fato, pouco deram espaço para debates acerca do Maraca. O site do San Lorenzo, por exemplo, ignora a confirmação do local da peleja. Curiosamente, até as redes sociais ficaram incólumes.

Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo
LANCE: A delegação do Flamengo desembarcou na manhã desta sexta-feira no Galeão, no Rio. Neste retorno ao Rio após o empate em 0 a 0 com o Ceará, o Vasco foi tema das perguntas para os rubro-negros. O técnico Zé Ricardo falou sobre a expectativa para o duelo diante do Cruz-Maltino.

- É um grande jogo. Independentemente do local, é importante que foi marcado. Esperamos fazer uma boa partida - disse o treinador.

O goleiro Alex Muralha gostaria que o clássico fosse realizado no Maracanã em vez do Raulino de Oliveira. Ele lembra da importância de se manter a paz entre as torcidas dentro e fora do estádio neste duelo.

- Queríamos que fosse no Maracanã, mas não deu, gostamos de duas torcidas. É importante que todos entendam que é preciso acabar com a violência. Agora, vamos trabalhar para sair com a vitória - comentou.

TREINO FECHADO À IMPRENSA NO NINHO

Os titulares do Flamengo fazem um treino fechado à imprensa, nesta quinta-feira, no Ninho do Urubu. O técnico Zé Ricardo já vai comandar alguns trabalhos pensando especificamente no Vasco, adversário do próximo sábado.


Foto: Divulgação
LANCE: A estreia do Flamengo na Copa Libertadores está marcada para o próximo dia 8 de março e o clube confirmou que jogará no Maracanã contra o San Lorenzo. O estádio, que está sem condições ainda de receber a partida, terá que passar por um processo de reforma.

- Nós conseguimos isso com a boa vontade, entramos em contato com a empresa que faz gramado para o Maracanã e é parceira do Flamengo para que a gente consiga viabilizar o gramado em condições para o jogo. Nós vamos fazer um esforço menor do que do ano passado (Volta do estádio pelo Brasileirão contra o Corinthians). A gente está dando uma demonstração, que sempre que for possível, queremos utilizar o Maracanã. É um brinde para a nossa torcida.- Falou Fred Luz, diretor geral do Flamengo, ao SporTV.

O dirigente do Rubro-Negro afirmou ainda que a decisão será apenas para um jogo e que o clube não irá reconstruir e nem resolver os problemas do estádio, que está abandonado desde o ano passado.

Foto: Divulgação
LANCE: O contrato para assumir a concessão do Maracanã prevê um investimento de mais de R$ 200 milhões durante os 32 anos de gestão do estádio pela empresa que ficar com a concessão. O valor que consta no documento é o mínimo a ser investido pela nova dona do estádio. A estimativa, entretanto, é que a vencedora da concessão desembolse até R$ 500 milhões.

Com a desistência da GL Events, a única interessada no Maracanã passou a ser a francesa Lagardère, cuja proposta gira em torno de R$ 60 milhões apenas para assumir a gestão do estádio.

Pessoas ligadas ao processo de venda da concessão do Maracanã avaliam que a saída da GL Events ocorreu por conta da gestão de estádios não ser o principal negócio do grupo. O forte da GL Events, que encabeçava o grupo, é a administração de espaço de eventos, como é o caso do Riocentro.

Já a CSM, que estava no bloco, tem expertise na gestão de camarotes e espaços premium em arenas. Na Odebrecht, a informação sobre o recuo não chegou oficialmente, o que causou estranheza.

Foto: Gilvan de Souza/ Flamengo
LANCE: Com o anúncio da estreia do Flamengo na Libertadores no Maracanã, contra o San Lorenzo, o clube carioca terá mais tempo para as obras no Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador. A previsão inicial era de que o estádio da Portuguesa estivesse pronto para a estreia do Rubro-Negro na Libertadores, no próximo dia 8. O diretor geral do clube, Fred Luz, admite que há um pequeno atraso nos trabalhos.

- Como é uma obra, não é completamente previsível. Temos algum atraso lá sim, mas temos alternativa lá na Ilha. Nossa preferência era no Maracanã, sem eles queríamos a Ilha e tínhamos também um plano C - disse o dirigente à Fox Sports.

O vice-presidente de patrimônio do Flamengo, Alexandre Wrobel, não se diz preocupado com o prazo para entrega do Luso-Brasileiro.

- Começamos a construção no início de janeiro e tivemos que refazer um estádio inteiro. Não estamos fazendo um estádio para um só jogo, são para três anos, com opção de renovação por mais três. Obras dessa magnitude sempre têm alguns imprevistos, mas não tem nada de anormal - garante.

O Flamengo vem fazendo uma série de melhorias que antes não estavam previstas no Luso-Brasileiro. Atualmente, o Rubro-Negro está resolvendo a iluminação, melhorando vestiários e colocando cadeiras nas arquibancadas. O estádio terá capacidade para cerca de 20 mil pessoas e vem sendo caracterizado com as cores do clube, em vermelho e preto. O contrato de utilização é de três anos, com opção de renovação por mais um triênio.

A diretoria rubro-negra diz que ainda negocia a venda dos naming rights do Luso-Brasileiro. O estádio será palco de um série de ações de marketing do clube ao longo deste ano.

Foto: LC Moreira
NÚMEROS DA BOLA:

NÚMEROS GERAIS DE CEARÁ 0X0 FLAMENGO
– Dados Footstats

Posse de bola do Ceará: 52%
Posse de bola do Flamengo: 48%
Finalizações certas do Ceará: 4
Finalizações certas do Flamengo: 6
Finalizações erradas do Ceará: 7
Finalizações erradas do Flamengo: 6
Cruzamentos certos do Ceará: 7
Cruzamentos certos do Flamengo: 2
Cruzamentos errados do Ceará: 16
Cruzamentos errados do Flamengo: 19
Passes certos do Ceará: 357
Passes certos do Flamengo: 411
Passes errados do Ceará: 39
Passes errados do Flamengo: 32
Lançamentos certos do Ceará: 14
Lançamentos certos do Flamengo: 17
Lançamentos errados do Ceará: 6
Lançamentos errados do Flamengo: 19
Desarmes certos do Ceará: 19
Desarmes certos do Flamengo: 15
Faltas cometidas pelo Ceará: 12
Faltas cometidas pelo Flamengo: 10

Foto: LC Moreira
LANCE: O Flamengo ficou no empate sem gols com o Ceará pela Primeira Liga, nesta quarta-feira, em Fortaleza (CE). Ao fim da partida, o técnico rubro-negro Zé Ricardo conversou com a imprensa e fez uma análise do jogo. Apesar do empate sem sal, o treinador viu um ponto positivo no duelo.

- Viemos por dois objetivos: vencer e dar ritmo ao grupo. Acho que alcançamos um dos objetivos. Gostei do primeiro tempo da postura, tivemos oportunidades de definição. Suportamos momentos mais difíceis. Acho que este balanço foi positivo. É lógico que falta ritmo de jogo a alguns atletas. Queremos dar ritmo nestas oportunidades - ponderou.

Após o compromisso em Fortaleza, Zé Ricardo está com a cabeça no Vasco, adversário do próximo sábado, pela semifinal da Taça Guanabara. Depois de muita indefinição, a partida foi confirmada no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, às 17h. A escolha agradou ao treinador.

C Moreira
LANCE: Com o time reservas, o Flamengo foi até Fortaleza para enfrentar o Ceará e no Castelão, ficou no empate sem gols com o Vozão. Apesar de não ter conseguido a vitória nesta quarta-feira, o meia Gabriel revelou ter gostado mais da atuação contra o alvinegro do que na vitória contra o América-MG, na última rodada da Primeira Liga.

- Hoje fomos bem melhores que a semana passada, apesar de semana passada termos vencido. Hoje como equipe, jogamos muito bem, com um ajudando o outro.

Ainda na saída de campo, o camisa 17 já falou sobre o clássico contra o Vasco, pela semifinal do Campeonato Carioca. Jogo está marcado para o Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, ás 17h (horário de Brasília)

- Sábado é clássico, jogo de um peso muito grande. Temos que ter a cabeça tranquila e saber que é mais um jogo. Vamos para cima deles, para buscar o resultado positivo.

Foto: Divulgação
GLOBO ESPORTE: O clássico carioca entre Vasco e Flamengo pelo Novo Basquete Brasil (NBB) em Manaus terá torcidas separadas tanto por grades, quanto por policiais militares. A informação foi divulgada nesta quinta-feira, pelo secretário estadual de Juventude, Esporte e Lazer, Fabrício Lima, que revelou também que as torcidas entrarão na Arena da Amazônia por portões distintos.

De acordo com Fabrício, a organização do jogo em Manaus teve nesta quinta uma reunião com o Comando da Polícia Militar (PM) para discutir estratégias para o evento. O efetivo ideal ainda está sendo estudado, mas já é certo que as torcidas não dividirão espaço, tendo em vista conflitos no Rio de Janeiro que chegaram a causar até mesmo o adiamento do clássico.

- A nossa preocupação para esse jogo do NBB é mesma que temos em qualquer evento, mas claro que qualquer erro nosso aqui pode repercutir muito mal. Fizemos essa reunião com a Polícia Militar para traçar estratégias, mas acreditamos muito no comportamento da torcida, mas sempre tendo em mente de que nós precisamos nos cercar de todas as formas para evitar qualquer tipo de problema - disse.

O titular da Sejel revelou que as torcidas serão separadas por grades, seguranças e policiais militares, que vão fazer um esquema de segurança para dentro e fora da Arena Amadeu Teixeira, além das imediações do ginásio, para evitar confusões nas vias que dão acesso ao palco da partida.

- Estamos planejando uma segregação de torcidas com material físico e humano, e também estamos preparando um esquema para posicionar policiais no entorno da Arena, para impedir que pessoas mal intencionadas, e que às vezes não querem nem saber do jogo, marquem encontros para promover tumultos. Este é um jogo que terá uma repercussão de mídia muito grande, e sabemos que deixar uma boa imagem é essencial até para que outros eventos deste porte venham ou continuem vindo para Manaus - completou.

Lima revelou ainda que pretende se reunir com torcidas organizadas de Vasco e Flamengo para explicar como funcionarão os acessos à Arena e incentivar um clima de paz para o jogo.

- Essa conversa vai ser muito importante para deixarmos os torcedores a par de como as coisas vão funcionar no dia, principalmente em relação aos acessos - concluiu.

Vasco e Flamengo se enfrentarão em Manaus no dia 11 de março, às 14h, pelo returno do NBB.

Caminho Niemeyer - Foto: Divulgação
GLOBO ESPORTE: O presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, se reuniu nos últimos dias com o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, para analisar projeto de estádio próprio na cidade vizinha ao Rio de Janeiro. A prefeitura e o presidente do Flamengo confirmaram o encontro, mas preferiram não passar qualquer informação sobre o teor da reunião.

A opção discutida fica na região central de Niterói, no espaço conhecido como Caminho Niemeyer, que abriga algumas construções do premiado arquiteto brasileiro falecido em 2012. O terreno fica no centro da cidade, próximo das barcas e da saída da Ponte Rio-Niterói.

Em meio às rodadas de negociação pelo Maracanã, que o Flamengo acompanha através das parceiras GL Events e CSM, a diretoria segue atrás de oportunidades e propostas para construir seu estádio próprio. O clube já recebeu projetos em Guaratiba, na Baixada Fluminense e também observou terrenos na Barra da Tijuca e no Recreio dos Bandeirantes.

O Flamengo entrou em acordo com o Maracanã para atuar no estádio na estreia da Libertadores, dia 8 de março. O clube fez acordo pontual com o Consórcio Maracanã e acelera as intervenções para receber o público contra o San Lorenzo. Enquanto isso, a diretoria também faz últimos ajustes e mais obras no estádio da Portuguesa da Ilha do Governador. Ainda não há previsão para inauguração, que poderia ser no dia 12 de março, contra a Lusa, na estreia do segundo turno. Porém, com o atraso das obras, ainda não deve ser possível.

Foto: Staff Images / Flamengo
GLOBO ESPORTE: A Light, empresa de geração, distribuição e comercialização de energia do Rio de Janeiro, informou nesta quinta-feira (23/02) que religou a energia do Maracanã. O anúncio vem um dia depois do Flamengo confirmar o estádio como palco de sua estreia na Libertadores, no próximo dia 08/03, contra o San Lorenzo-ARG. O fornecimento havia sido cortado em 26 de janeiro.

De acordo com a companhia, a Concessionária Maracanã S.A. (Odebrecht) quitou as contas de energia com vencimento em novembro e dezembro de 2016 e em janeiro de 2017, em valor total de aproximadamente R$ 1,3 milhão.

A empresa segue negociando com o Comitê Rio 2016 a quitação das contas de energia referentes ao período em que o estádio foi utilizado para a realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. Tais dívidas somam cerca de R$ 1,8 milhão.

Foto: Crisneive Silveira
GLOBO ESPORTE: Todo mundo quer escrever a própria história. Nem sempre a linha é reta ou a letra bonita, mas cada um tem, certamente, uma dose de sonho, de dedicação, de amor. Correndo atrás da caneta para dar voz ao coração, Tiago Rebouças, de dez anos, registrou em vermelho e preto uma paixão certa: o Flamengo. A equipe enfrentou o Ceará nesta terça-feira (23), na Arena Castelão, pela Primeira Liga. Mas o empate sem gols não desbotou o sorriso do garoto que, desde o início do dia, traçava na cabeça a ideia de ver um jogo do Mengão pela primeira vez no estádio. Além disso, entrar em campo com jogadores e aproveitar a proximidade do aniversário para fazer um pedido a Guerrero.

Aprendemos a escrever seguindo pontilhados. No caderno de caligrafia, muitas linhas retas e possibilidades, inclusive a do improvável. Foi ali, bem ali, onde o improvável se escondia, que ele declarou, sem timidez, Flamengo “é no sangue”. A voz de Tiago percorreu o Brasil e chegou ao clube carioca. De lá, um convite para ele e a família assistirem ao jogo no Castelão. A expectativa trouxe muitas perguntas.

- Será que se eu pedir autógrafo eles dão? Eles dão roupa para criança que entra no estádio? Tu deixa eu te perguntar uma coisa? Na hora que canta o Hino, para onde nós vamos? Porque o urubu não está aqui? Tu ainda está escrevendo? Tu tem caneta para me emprestar? Estou emocionado – disparou, com celular e uma camisa antiga em mãos.

Antes, no início do dia, a mãe estava preocupada. Não queria “assustar” o filho com a notícia de que seria convidado do Flamengo para ver o jogo. Evitou falar até que voltasse da aula, mas, esperto, Tiago descobriu mais.

- Ele chegou e foi olhar o celular. Viu que o assessor do time havia mandado mensagem avisando. Ele olhou pra gente e perguntou "Mãe, é verdade? É verdade, a gente vai" e começou a chorar – relembrou a mãe, emocionada.

“Alô torcida do Flamengo, tamo chegando!”

Cada um tem um ritmo próprio na hora de escrever. O ritmo de Tiago era o da contemplação, do deslumbramento. Recebido pela assessoria do clube, logo encontrou outras crianças. Não demorou muito para que se sentisse à vontade. Ali, o vermelho e preto uniam e explicavam, sem garranchos, a genuína paixão de torcedor.

- A paixão pelo Flamengo é de família. Meu pai sempre gostou do Flamengo, tem até uma blusa aqui dele, e aí passou pra mim. Agora a energia é... É tipo, assim, o pai passando para o filho, que nem corrente sanguínea! A corrente dele é igual a minha. Aí eu me apaixonei. Perdendo, eu torcia. Ganhando, eu torcia – relembrou com maturidade, apesar dos 10 anos.

“O sapato desamarrou na hora do Hino Nacional, mas vou é seguir em frente. Vou curtir o jogo", confessou. Ele entrou no campo de mãos dadas com Lucas Paquetá. O meia de 19 anos foi autor de um golaço contra o Madureira, pelo Cariocão. Em um jogo que não foi lá muito bonito de se ver, a beleza estava mesmo na arquibancada, no grito da torcida. No coro, Tiago com a família. O pai, Sandro, não escondia a felicidade.

- Ele tá feliz. É uma emoção muito grande. Ele nunca teve essa oportunidade. Fico mais feliz porque está perto do aniversário dele – relembrou o pai.

´”É emocionante!”

Os gritos de “quase” ficaram entalados. Paquetá, Adryan e Vizeu tiveram boas chances. Nas mãos de Muralha, boas defesas. Nas mãos de Tiago, um celular para registrar e uma blusa antiga para conseguir autógrafos. Era a chance de eternizar parte da noite de alegria.

- O estádio é legal, bonito e a torcida é alegre, como devia ser toda torcida. É emocionante, sem explicação. Teve vez que o susto veio, depois passou. Vai! Vai! Uhh... Muita tensão. Agora foi que meu coração disparou mesmo. – gritava o garoto em meio a torcida, após chute forte de Cafú, no segundo tempo.

Cada dia é uma chance de contar a própria história. É lembrança que fica na memória do tempo, mora no decorrer da vida. “Tem caneta para me emprestar?”, me perguntou. “Tenho. Tá falhando, e agora?”, respondi. Ele se preocupou. Pediu para testar, sem sucesso. Escrever, talvez, seja isso de ser a caneta, protagonista da própria história. Ir lá e fazer, tentar, acreditar. Persistência era a palavra que nascia.

“Guerrero sem explicação”

Por ali, passeavam sonhos de quem deseja ser jogador de futebol. Na escolinha, joga no setor ofensivo. Isso explica a admiração por Lucas Paquetá e, principalmente, Guerrero. O jogador peruano, foi poupado para o jogo contra o Vasco, como quase toda a equipe.

- Gosto muito do Guerrero. Já vi muitas vezes pela TV e o jogo dele não tem explicação. Gosto do futebol dele, dos dribles, de tudo. Guerrero, eu quero te conhecer. Tô feliz por ter vindo e triste porque não te vi. Ele e o Paquetá me inspiram muito – confessou.

Ele não esconde a admiração pelo jogador e não faz cerimônia sobre isso. Sem piscar, aproveitou a proximidade do aniversário (na sexta-feira, 23) e  mandou o recado. É persistente, o rapaz. As expectativas contornavam a arquibancada da Arena, que testemunhavam a felicidade de quem assume que “uma vez Flamengo, sempre Flamengo”.

O pai, Sandro, trouxe uma caneta. Mas a história passou a ser escrita no momento em que o amor pelo time não se escondeu. “Seja na terra, seja no mar”, ganhou o coração de muita gente pelo Brasil. Ele se revelou. Nos gritos, nos olhos marejados, no sorriso espontâneo, no livro de sonhos do Tiago. Em mãos, um celular, a blusa antiga e uma caneta. Todo mundo quer escrever a própria história. A letra, não importa. O valor está na tentativa. Por amor, Tiago tentou e conseguiu mais um bonito capítulo.

“Queria que essa camisa fosse toda preenchida de autógrafos. Todos me deram autógrafos”

Foto: Úrsula Nery / Ferj
GLOBO ESPORTE: A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) divulgou nesta quinta-feira os árbitros que apitarão as semifinais da Taça Guanabara no próximo sábado, dia 25 de fevereiro. Leonardo Garcia Cavaleiro será o juiz do clássico Flamengo x Vasco, marcado para as 17h no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda/RJ. Ele será auxiliado por Wagner de Almeida dos Santos e Jackson Lourenço Massarra dos Santos. Já a partida entre Fluminense x Madureira, às 16h30, em Los Larios (Xerém/RJ), será apitada por Rodrigo Carvalhaes de Miranda. Os assistentes serão Michael Correia e Thiago Henrique Neto Corrêa.

Cavaleiro apitou dois clássicos entre Vasco e Flamengo em 2016. O primeiro foi no dia 14/02, pela 1ª fase do Campeonato Carioca: vitória do Cruz-Maltino por 1 a 0, gol de Rafael Vaz. O segundo foi no dia 24/04, em partida válida pela semifinal, realizada em Manaus, e teve nova vitória do time da colina, dessa vez por 2 a 0, gols de Andrezinho e Riascos. 

Ele atuou como assistente em outros três "Clássicos dos Milhões": na vitória do Fla por 2 a 1 pela Taça Guanabara de 2014, no empate em 1 a 1 na final do Campeonato Carioca daquele mesmo ano, que decretou o título em favor do Rubro-Negro, e no triunfo do Vasco por 2 a 1 na semifinal da Taça Guanabara de 2012. Em 2017, Leonardo apitou Volta Redonda x Vasco, Flamengo x Boavista, e Cabofriense x Bonsucesso.

Já Rodrigo Carvalhaes de Miranda apitou este ano: Cabofriense x Carapebus, Resende x Volta Redonda, e Vasco x Resende.

ESCALA DE ARBITRAGEM - SEMIFINAIS DA TAÇA GUANABARA

Flamengo x Vasco - 17h no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda/RJ
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro
Assistentes: Wagner de Almeida Santos e Jackson Lourenço dos Santos

Fluminense x Madureira - 16h30 em Los Lários, em Xerém/RJ
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Assistentes: Michael Correia e Thiago Henrique Neto Corrêa

Foto: Divulgação
BASTIDORES FC: Os advogados de Flávio Godinho (de azul escuro na foto) usaram a função do ex-vice de futebol do Flamengo - já exonerado do cargo - no clube como argumento para tentar revogar a prisão preventiva do braço direito do empresário Eike Batista. Godinho foi levado por agentes da Polícia Federal em desdobramento da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, nomeado Operação Eficiência. O processo corre na 7ª Vara Criminal e o pedido de revogação da medida foi indeferido. Godinho foi exonerado do cargo no dia 31 de janeiro, cinco dias depois de ser preso. A liminar foi indeferida no dia 17 de fevereiro.

Além do cargo de vice-presidente de futebol, ele já havia atuado por oito meses em 2013 como vice de relações externas. Apesar de Godinho ter exercido um dos cargos mais importantes do clube, ao qual se dedicava diariamente, participando diretamente de negociações milionárias para contratação de jogadores, o Flamengo afirma que "não é o seu domicílio profissional", já que se tratava de um cargo não remunerado - como também é, por exemplo, o cargo de presidente da instituição.

- Flávio Godinho é empresário, possui seu próprio negócio, e no Flamengo exercia simplesmente função voluntária, prevista no estatuto do clube. Portanto, entendemos que o Flamengo não é seu domicílio profissional - disse o departamento de comunicação do clube. 

O pedido de habeas corpus foi impetrado pelo advogado Paulo Szarvas e indeferido pelo magistrado Abel Gomes. A sentença cita os argumentos da defesa:

"O impetrante argumenta que o paciente é advogado, regularmente inscrito na OAB do Rio de Janeiro, tendo sido por quase trinta anos advogado de Eike Batista. Nessa condição, chegou a exercer cargos de diretoria em empresas do grupo de Eike Batista, mas, ao mesmo tempo, também atuava como advogado do mesmo. (...) O impetrante aduz que o paciente agiu como advogado de empresa, propondo a solução jurídica para o problema trazido. Ressalta que não teve qualquer ato de execução a respeito, pois o advogado não executa o contrato, mas apenas redige e orienta a responsabilização pelo crime. Outrossim, o impetrante menciona que o paciente não atua mais nas empresas de Eike Batista, desde 2013, uma vez que o seu trabalho atual é no Clube de Regatas do Flamengo. Requer, portanto, a revogação da prisão preventiva do paciente".


Yaya Toure pedindo silêncio à torcida - Foto: Steve Bardens/Getty Images
GLOBO ESPORTE: "Iaiá, ô iaiá...", canta Zeca Pagodinho em um samba de grande sucesso da sua carreira. Mas não é só a coincidência fonética que aproxima um dos maiores ídolos da história do Manchester City ao Brasil. Amigo de Fernandinho e motivador de Gabriel Jesus no elenco, o volante Yaya Touré demonstrou admiração pelo futebol brasileiro em entrevista ao GloboEsporte.com e revelou que é fã do São Paulo.

Yaya - o do City, não a da música do Zeca - conversou com a reportagem após a vitória de 5 a 3 do time inglês sobre o Monaco, na última terça-feira, pela Liga dos Campeões. Depois do jogaço, o marfinense topou falar sobre sua relação com o Brasil.

GloboEsporte.com: Não sei se sabe, mas você é popular no Brasil. Sabia disso?

Yaya Touré: Sim, eu sei. Não, não sabia, estou brincando. É legal, porque tenho muitos amigos. Estive no Brasil e pude jogar futebol por lá. A Copa do Mundo foi algo especial.

O que você sabe sobre o futebol brasileiro e os clubes brasileiros, por exemplo?

Claro, sei bastante. Assisto a muitos jogos do São Paulo, Flamengo, Cruzeiro, são muito nomes. Antes de o Gabriel Jesus chegar, eu o vi jogar, infelizmente ele não jogou hoje. O Fernandinho jogou no Brasil por um tempo, o Neymar... Sei muitos nomes. Para mim, o Brasil tem um tipo de jogador muito especial.

Gosta de algum clube brasileiro em especial?

Eu adoro o São Paulo.

Por quê?

Porque é um bom time, sempre tem um futebol atraente, jogadores brilhantes. Claro que o Fernandinho jogava no Flamengo... Mas eu gosto mais do São Paulo.

Na verdade o Fernandinho não jogou no Flamengo. Ele jogava no Atlético-PR.

Ah, sim! Tinha esquecido disso. Engano meu.

As cores são similares.

Fernandinho jogou lá (no Atlético-PR) antes de chegar ao Shakhtar. Mas isso tem muitos anos. É que eu assisto ao Campeonato Brasileiro há bastante tempo.

Quais foram suas primeiras impressões sobre o Gabriel Jesus? O que acha dele?

E o que você acha dele? Ele está indo muito bem. É um jogador fantástico. Infelizmente está fora agora, estava um pouco triste no vestiário, mas jogamos por ele. Eu disse a ele que tem tempo, ele é jovem ainda e dentro de algumas semanas vai estar de volta.

E você gostaria de ser brasileiro?

Jogar com Neymar, com Philippe Coutinho... Eu quero jogar com eles, mas... Ah, talvez eu mude meu passaporte. Vamos ver.


Foto: Gilvan de Souza / Divulgação Flamengo
GLOBO ESPORTE: Marcelo Cirino até já recolheu seus equipamentos de trabalho dos vestiários da Gávea, mas segue sem vivenciar o desfecho positivo de sua negociação com o Inter – que pode até não se concretizar. Explica-se. Com acordo já selado com o atleta, o Flamengo e o grupo de investidores Doyen Sports, o Colorado ainda esbarra na terceira parte da tratativa, o Atlético-PR, detentor de parte dos direitos do atacante. Em meio ao imbróglio, o clube gaúcho já cogita voltar atrás na investida.

O sentimento, na verdade, é dúbio. Nesta quarta-feira,o vice de futebol do Inter, Roberto Melo, conversou durante mais de uma hora com o presidente do Conselho Deliberativo do Furacão, Mário Celso Petraglia. E saiu do papo esperançoso, não fosse uma ressalva, em forma de ultimato: o Colorado espera até sexta-feira para concluir a negociação. Caso contrário, indica sair da negociação.

– É uma situação que estamos conversando desde o inicio do ano. Hoje fiquei mais de uma hora conversando com o Petraglia. Nas próximas horas, quem sabe na sexta-feira, saia alguma coisa positiva. Se não der, aí teremos que sair do negócio. Mas temos esperança – afirma Roberto Melo, em entrevista coletiva.

O Inter conduz as tratativas por Cirino desde o início do ano, em meio a um negócio "complexo" de quatro pontas, das quais três, já foram vencidas. O Colorado conta com o acerto com o jogador, a liberação do Flamengo e um acordo com a Doyen, para adquirir 25% dos direitos do atacante. Resta, porém, aparar a última aresta, com o Atlético-PR.

Em sua investida, o clube gaúcho ofereceu o empréstimo de Eduardo Henrique até o final do ano para ter Cirino até 2018. O Furacão, por sua vez, cobra uma compensação financeira para liberar o atleta, até porque tem vínculo com o jogador apenas até o final do ano que vem – o que, de fato, ainda não ocorreu.

Assim, o atacante segue distante do Beira-Rio em 2017. Recentemente, o Inter anunciou William Pottker como reforço para o ataque, além de Roberson e Carlos, que já atuam pela equipe de Antônio Carlos Zago. O atacante, hoje na Ponte Preta, só chegará ao clube após o fim dos estaduais. Além dos reforços para o setor ofensivo, o Colorado já contratou o lateral-direito Alemão, os zagueiros Klaus e Neris e os laterais-esquerdo Uendel e Carlinhos.

Estado do gramado do Maracanã no dia 23/02: trabalho de recuperação para Flamengo x San Lorenzo (Foto: Staff Images)
GLOBO ESPORTE: Faltam 13 dias para o jogo entre Flamengo e San Lorenzo, pela primeira rodada da fase de grupos da Libertadores, e a grama do Maracanã indica não estar pronto para receber uma partida. Esta, entretanto, é só uma impressão. É o que garante a Greenleaf, responsável por recuperar o piso depois do longo período de abandono do estádio. O trabalho começou em 15 de fevereiro. Hoje, de acordo com a empresa, o Maracanã pode receber uma partida de futebol, apesar do tom amarelado da grama.

A empresa usou máquinas francesas de nivelamento a laser para retirar a grama que estava morta devido à falta de manutenção. Por isso, o campo apresenta a imagem amarelada, como se estivesse ressecado.

A Greenleaf diz que o gramado pode abrigar jogos, mas só na estreia do Flamengo na Libertadores ele estará com 80% da sua cor normal.

- O gramado do Maracanã hoje já está dentro do padrão exigido pela Fifa no que diz respeito a tração, umidade, nivelamento e compactação. Agora nós estamos buscando a estética do gramado. É importante diferenciar a jogabilidade da estética - explica Flávio Piquet, sócio da Greenleaf.

MKRdezign

{facebook#https://www.facebook.com/oficialsouflamengo} {twitter#https://www.twitter.com/SiteFlaHoje} {google-plus#https://plus.google.com/u/0/+FlamengoHoje} {youtube#https://www.youtube.com/create_channel}

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.
Javascript DisablePlease Enable Javascript To See All Widget